A qualidade do solo é fundamental para aumentar a produção agrícola e a resiliência às mudanças climáticas

Escrito por Bruno Teles
Publicidade

Nos últimos dias, algumas pesquisas descobriram que solos de terras agrícolas de alta qualidade podem impedir as perdas devido às mudanças climáticas, e ainda possuem maiores rendimentos. Neste sentido, a produção agrícola pode ser consciente e benéfica para os ecossistemas globais.

Em uma pesquisa liderada por Pete Smith, na Universidade de Aberdeen, descobriu-se que a qualidade do solo, quando melhorada, pode reduzir o impacto do aquecimento global na produção agrícola, na China, em até 20%. No estudo, foi rodado como as interações entre qualidade do solo e as mudanças climáticas influenciam as terras agrícolas.

Neste sentido, em um estudo publicado na Nature Climate Change, autores da China, Alemanha e Reino Unido abordaram como as interações entre a qualidade do solo e o aquecimento global influenciam diretamente na produtividade da produção de alimentos.

Publicidade

Segundo o levantamento, a agricultura vem sofrendo alguns problemas, entre eles a degradação do solo e os impactos das mudanças climáticas. Dessa forma, não somente a capacidade agrícola é afetada por conta desses estressores, mas uma grande volatilidade no setor é gerada.

produção agrícola
Produção agrícola (Reprodução: divulgação)

Qual a relação da qualidade do solo com a produção agrícola?

Dessa forma, a equipe afirma que a qualidade do solo, caracterizada como a capacidade do solo de fornecer nutrientes à água, deve conter a solução para adaptar-se às mudanças climáticas, a fim de garantir a segurança alimentar futura. Além disso, eles também alertaram que a segurança alimentar está ameaçada devido às condições ambientais advindas das mudanças climáticas.

Além disso, a pesquisa mostrou que em todas as culturas, os solos de alta qualidade reduziram a sensibilidade cultural às mudanças climáticas, especialmente em comparação aos solos de baixa qualidade, que não forneciam uma adaptação interessante para o aquecimento global.

Publicidade

Como resultado, o estudo mostrou que uma boa gestão do solo pode favorecer o setor agrícola, com o aumento de rendimentos e o sequestro de carbono. Com isso, os solos poderão reter mais água, o que torna a biodiversidade terrestre mais adaptada às mudanças globais.

Por fim, o professor Pete Smith enfatizou que melhorar a qualidade do solo é uma ótima estratégia para se adaptar ao aquecimento global. Assim, alguns efeitos negativos podem ser evitados, especialmente no que diz respeito ao aumento das temperaturas, o que pode ser uma catástrofe para os ecossistemas do planeta.

Publicidade
Artigos relacionados