A qualidade do solo é fundamental para aumentar a produção agrícola e a resiliência às mudanças climáticas

produção agrícola produção agrícola

Nos últimos dias, algumas pesquisas descobriram que solos de terras agrícolas de alta qualidade podem impedir as perdas devido às mudanças climáticas, e ainda possuem maiores rendimentos. Neste sentido, a produção agrícola pode ser consciente e benéfica para os ecossistemas globais.

Em uma pesquisa liderada por Pete Smith, na Universidade de Aberdeen, descobriu-se que a qualidade do solo, quando melhorada, pode reduzir o impacto do aquecimento global na produção agrícola, na China, em até 20%. No estudo, foi rodado como as interações entre qualidade do solo e as mudanças climáticas influenciam as terras agrícolas.

Neste sentido, em um estudo publicado na Nature Climate Change, autores da China, Alemanha e Reino Unido abordaram como as interações entre a qualidade do solo e o aquecimento global influenciam diretamente na produtividade da produção de alimentos.

Segundo o levantamento, a agricultura vem sofrendo alguns problemas, entre eles a degradação do solo e os impactos das mudanças climáticas. Dessa forma, não somente a capacidade agrícola é afetada por conta desses estressores, mas uma grande volatilidade no setor é gerada.

produção agrícola
Produção agrícola (Reprodução: divulgação)

Qual a relação da qualidade do solo com a produção agrícola?

Dessa forma, a equipe afirma que a qualidade do solo, caracterizada como a capacidade do solo de fornecer nutrientes à água, deve conter a solução para adaptar-se às mudanças climáticas, a fim de garantir a segurança alimentar futura. Além disso, eles também alertaram que a segurança alimentar está ameaçada devido às condições ambientais advindas das mudanças climáticas.

Além disso, a pesquisa mostrou que em todas as culturas, os solos de alta qualidade reduziram a sensibilidade cultural às mudanças climáticas, especialmente em comparação aos solos de baixa qualidade, que não forneciam uma adaptação interessante para o aquecimento global.

Como resultado, o estudo mostrou que uma boa gestão do solo pode favorecer o setor agrícola, com o aumento de rendimentos e o sequestro de carbono. Com isso, os solos poderão reter mais água, o que torna a biodiversidade terrestre mais adaptada às mudanças globais.

Por fim, o professor Pete Smith enfatizou que melhorar a qualidade do solo é uma ótima estratégia para se adaptar ao aquecimento global. Assim, alguns efeitos negativos podem ser evitados, especialmente no que diz respeito ao aumento das temperaturas, o que pode ser uma catástrofe para os ecossistemas do planeta.

Sobre o Autor

Bruno Teles
Bruno Teles

Entusiasta de informações completas e de conteúdos que possam ajudar a melhorar nosso planeta azul.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *