Cachorros se abraçam em busca de conforto após serem resgatados

Escrito por Geovane Souza
Publicidade

A diretora de operações da Ohio Animal Charity, recebeu uma ligação relatando que havia uma família de cachorros em necessidade, ela então se apressou para resgatar os pobres animais. Quando chegou ao endereço, encontrou uma mãe de 7 anos e seus dois filhotes de 5 meses vivendo em condições nada boas. Eles viviam em um local improvisado e não tinham nenhuma interação social.

Cachorros se abraçam em busca de conforto

Aparentemente, os donos não cuidavam bem dos cachorros, por isso, eles tiveram que se defender sozinhos.

Depois de horas de conversa, o proprietário concordou em entregar os dois filhotes, juntamente com a mãe, aos socorristas. Logo após, os cães foram rapidamente levado para um abrigo e examinado por um veterinário.

PARA VOCÊ:
Nova Unidade Básica de Saúde é inaugurada no bairro Jutaí em Santarém
Publicidade

Eles são relativamente saudáveis, mas os filhotes, Peaches e Layla não têm confiança, especialmente quando a mãe está longe. Eles se agarram um ao outro para se confortar no abrigo. Vê-los confortando um ao outro com um grande abraço parte o coração de todos os funcionários do local.

“Estamos fazendo vacinações e exames, e sempre atendemos a mãe primeiro”, disse McMurch, diretora do abrigo. “Nós caminhamos com ela em nossa área de admissão e os filhotes sem mãe, se agarraram um ao outro por medo.”

Os dois cachorros se abraçaram para se confortar no abrigo

Poucos dias depois do resgate, a mamãe Larry já estava confiante e feliz em ver outras pessoas. No entanto, para seus dois filhotes, precisam de mais tempo para aprender a confiar novamente nos seres humanos.

PARA VOCÊ:
A inscrição para o segundo processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada - SiSU 2022 - começa nesta terça-feira 28 de junho
Publicidade

Agora, a pequena família vive em um abrigo, onde recebem os cuidados médicos e a socialização de que precisam. Os funcionários tentam várias vezes ao dia dar-lhes tempo para relaxar e aprender a confiar mais neles, por exemplo.

“É um amor que abana o rabo dali, outro abana o rabo daqui, felizes por serem acariciados”, disse McMurch. “Os cachorrinhos estão se adaptando aos poucos. Estão recebendo amor, estão recebendo carinho, ficam inquietos quando estão juntos, estão felizes, são solidários e confiantes, mas são muito dependentes um do outro.”

PARA VOCÊ:
Nova turbina eólica offshore maciça pode abastecer uma casa por 2 dias com um único giro
Cachorros se abraçam em busca de conforto

Quando Peach e Layla estiverem prontos para adoção, queremos que eles vão para casa juntos. Lá, eles não apenas receberão abraços um do outro, mas também o amor de suas novas famílias.

Publicidade

Por favor, apoie nosso blog, Compartilhe! E você já estará fazendo muito por nós 🙂 Para compartilhar basta usar os botões do WhatsApp e Facebook. Obrigado 😀

Publicidade
Artigos relacionados