Cachorra adota macaco como seu filho e se tornam melhores companheiros

Por Geovane Souza
Publicidade

O amor de um cachorro de rua é ilimitado, superando seus próprios limites. Como aconteceu em Cartagena, Colômbia, onde um macaco separado de seu habitat encontrou a melhor mãe do mundo em uma cachorrinha de rua.

A cachorra tratam o macaco como se fosse seus próprios filhos. Depois que ambos sofreram uma grande tragédia, Luna se tornou a mãe do macaquinho Beto. Por um lado, a cadela que vivia nas ruas e deu à luz uma ninhada de filhotes perdeu seus bebês de forma desconhecida e, por outro, o macaco ficou perdido na cidade da Colômbia.

Beto teve a sorte de encontrar Luna na rua. A cadela e o macaco desenvolveram um vínculo profundo, e ela o acolheu com todo seu amor e cuidou dele como seu maior patrimônio.

Publicidade

Depois de se tornar mãe e filho, Beto se acostumou a montar nas costas de sua nova mãe canina, segurando com suas patas para não cair quando andava pela cidade.

PARA VOCÊ:
Novos preços para a Gasolina e Diesel é anunciado pela Petrobras e presidente da república faz alerta

No entanto, a dupla foi logo descoberta pelos cidadãos, que relataram a situação à Polícia Ambiental e Ecológica da Colômbia. Os agentes ficaram impressionados com o caso e imediatamente foram ao encontro dele.

O macaco e a cachorrinha não se separam nem por um minuto

Cachorra adota macaco como seu filho e se tornam melhores companheiros

Para cuidar de cada animal, agentes oficiais, incluindo o oficial Anderson Braunches, tentaram separar Beto das costas da cachorra. No entanto, nada parece separar as criaturas que vivem juntos há cerca de 18 meses.

Publicidade

O macaco foi tirado da mãe adotiva repetidas vezes pela polícia, que respondeu com uma recusa barulhenta. Depois de algum esforço, a polícia finalmente separou os animais, mas foi muito curto, pois não demorou muito para que Beto corresse desesperado para encontrar Luna, que também correu ao seu encontro com o abraço sincero.

PARA VOCÊ:
Ministério Público do Pará abre concurso público com 169 vagas

“O macaco não se livrou do cachorro, ele estava cavalgando o dia todo. Tentamos retirá-lo e deixá-lo ir, mas ele voltou e imediatamente correu para as costas do cachorro”, disse o agente Anderson.

O macaquinho a cadela se tornaram inseparáveis

Depois que Luna e Beto se recusaram a se separar, os oficiais não tiveram escolha a não ser recuar e mantê-los juntos até que fossem examinados por especialistas.

Publicidade

Mais tarde, eles tentaram fazer exames no macaquinho separado de Luna, mas isso também foi impossível. O relacionamento que eles criaram é impressionante, um vínculo inquebrável porque o macaco criou a cachorra em seu cérebro como sua única e verdadeira mãe.

PARA VOCÊ:
Repensar os blocos de construção dos painéis solares pode ajudar a produção em massa

Se as autoridades insistirem em manter os mamíferos separados, ocorrerá uma verdadeira tragédia. Como aponta o comportamentalista e especialista da Universidade Nacional Enrique Zerda, porque o macaco não se adaptará.

O especialista Enrique disse: “Eles formam no cérebro o reconhecimento de quem é sua mãe, o reconhecimento de sua espécie, que é um mecanismo de aprendizagem da regulação genética, uma vez criado, não pode ser revertido”.

Por esse motivo, manterão Luna e Beto em uma área especial da Corporação Autônoma Regional do Canal Deldic. Lá eles poderão continuar vivendo em segurança como mãe e filho.

Por favor, apoie nosso blog, Compartilhe! E você já estará fazendo muito por nós 🙂 Para compartilhar basta usar os botões do WhatsApp e Facebook. Obrigado 😀

Publicidade
Artigos relacionados