Versão de assinatura do Snapchat faz sua estreia

Escrito por Bruno Teles
Publicidade

Na última quarta-feira, 22, a empresa estadunidense Snap anunciou uma nova versão da assinatura do Snapchat. Nesta nova versão, o funcionamento está centrado em imagens e mensagens rápidas, para adaptar o aplicativo e tentar reverter a crise que o Snapchat sofre na atualidade.

Intitulado Snapchat +, ele custa US$4 por mês e fornece acesso a recursos exclusivos, anunciou a empresa Snap — que está sediada na Califórnia — em um post do blog Snap. Entre as novidades da nova assinatura do Snapchat, estão suporte técnico prioritário e acesso exclusivo a recursos experimentais.

Atualmente, a nova versão de assinatura do Snapchat já entrou em alguns países como Canadá, Grã-Bretanha, Nova Zelândia, Alemanha, Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos e Áarabia Saudita. Segundo o Snap, o lançamento está em fase experimental e que já faz sucesso nos países lançados.

assinatura do Snapchat
Assinatura do Snapchat (Reprodução: divulgação)
Publicidade

Neste sentido, o lançamento da nova versão de assinatura do Snapchat almeja reestruturar o rendimento da Snap. Isso porque a empresa divulgou em fevereiro o primeiro lucro trimestral, mas, após dois meses do levantamento, a Snap enfrentou perspectivas econômicas desestimulantes, com uma greve e queda de ações.

O nova assinatura do Snapchat que promete revolucionar

Atualmente, mais de 332 milhões de pessoas em todo o mundo utiliza o Snapchat diariamente. Entretanto, o alto índice de usuários parece não garantir a estabilidade do grupo Snap, que colhe o dissabor da queda de suas ações. Em março deste ano, o Snap se pronunciou publicamente sobre as baixas previsões financeiras do grupo.

Isso porque o Snapchat cortou as previsões de receita e lucro bem abaixo da sua orientação anterior, fazendo com que as ações do grupo Snap caíssem cerca de 43,8%, o que empurrou as demais ações do Snapchat para baixo. Com isso, o grupo perderá cerca de US$160 bilhões em valor de mercado somente em 2022.

Publicidade

Neste sentido, a empresa se apegou a declaração de Joe Biden, Presidente dos Estados Unidos, que cogitou reduzir as tarifas de produtos importados da China, o que seria o suficiente para atenuar o ambiente de Wall Street — atualmente preocupado com a inflação — e elevar as ações do Snapchat.

Entretanto, tal ação não foi o suficiente para elevar o valor de mercado da empresa, que logo cogitou uma nova versão de assinatura do Snapchat para compensar as perdas. Segundo o Snap, esta nova versão assinatura do Snapchat promete entregar recursos premium para os apaixonados pela comunidade que oferecem.

Publicidade
Artigos relacionados