Estudo mostra que acertar políticas de redução de pesticidas é crucial para a segurança alimentar

Escrito por Bruno Teles
Publicidade

Primeiramente, a agricultura periurbana pode ser definida como o cultivo de gado e plantas nas margens dos centros populacionais. Nesse sentido, a expansão urbana e os custos dos processos têm levado essa realidade sob pressão, especialmente por conta da cobrança da redução de pesticidas.

Ademais, os custos do processo tem sido um desafio para a agricultura periurbana. Para reverter o problema, eles estão buscando formas de amenizar as cargas de trabalho, para aumentar os rendimentos. No entanto, é aí que os pesticidas entram: os agricultores acreditam que os pesticidas são uma boa opção para reduzir custos.

Em um estudo da Fundamental Research, pesquisadores da China e os Estados Unidos estudaram as consequências agroalimentares e ambientais advindas de uma política de redução de pesticidas, introduzida na região de Xangai, na China, para combater o uso de pesticidas até 2020.

IMPERDÍVEL:
Mercado Livre está contratando: São 146 vagas de emprego disponíveis em várias regiões do Brasil com oportunidades para diversas áreas
Redução de pesticidas
Redução de pesticidas (Reprodução: divulgação)
Publicidade

Como consequência, os resultados mostraram que Xangai atingiu a meta, diminuindo o uso de pesticidas em até 40%. Entretanto, a área plantada diminuiu cerca de 25% no mesmo período, tendo como resultado a diminuição de culturas básicas e hortaliças. 

Um dos autores do artigo, Yuquan Zhang, da Universidade Jiao Tong de Xangai apontou outros fatores, como a urbanização, como responsáveis para a diminuição dos hectares periurbanos das cidades, embora ainda haja questões sobre as políticas de redução de pesticidas e o papel que elas cumpriram.

Para verificar o impacto da política, a equipe atuou junto de Bruce McCarl, especialista do GAMS (General Algebraic Modeling System) na Texas A&M University. Assim, eles desenvolveram um modelo de otimização que simula um setor agrícola em Xangai, setor esse que está rico em dados sobre insumos e pesticidas.

IMPERDÍVEL:
TJ PB 02/2022: Tribunal de Justiça da Paraíba em parceria com o CIEE abrem edital para contratação de estagiários

Como a segurança alimentar irá melhorar com a redução de pesticidas?

Publicidade

Dessa maneira, foi possível explorar os efeitos dos cenários de redução do uso de pesticidas, incluindo a meta atual de 20% de Xangai. Como resultado, foi possível perceber que a imposição da política de redução teve resultados diferentes. Nos locais que seguiram a redução de 20%, alguns alimentos — como arroz e repolho —  sofrem redução drástica nas áreas cultivadas, tendo produções mais baixas.

Numa perspectiva regional, a política de redução de 20% resultou em reduções nas áreas agrícolas periurbanas, que fazem alto uso de pesticidas. Além disso, foi possível perceber que a adoção de máquinas para aplicação dos pesticidas impactou positivamente os resultados do teste.

IMPERDÍVEL:
Auxílio Bem caminhoneiro: Quem terá direito de receber as duas parcelas do benefício já no mês de agosto?

Entre as conclusões, Zhang apontou que Xangai está impossibilitada de produzir alimentos para a população — devido o seu alto número e por ter uma terra limitada — portanto, devido à procura popular por produtos ricos em agroquímicos, se faz necessário modificar a cultura alimentar para, assim, reduzir o número de pesticidas.

Publicidade
Artigos relacionados