PIB brasileiro cresce 14% em dólares e ultrapassa Rússia, Coreia e Austrália retornando ao grupo das 10 maiores economias mundiais

Escrito por Valdemar Medeiros
Publicidade

A economia brasileira foi recentemente impulsionada pela valorização do Real, finalmente conseguiu retomar ao grupo das 10 maiores economias mundiais, grupo no qual o Brasil não estava presente desde o ano de 2019.

O ranking da economia mundial foi elaborado pela agência de classificação de risco Austin Rating, por meio do levantamento das estimativas para a atividade econômica de diversos países, algo que é elaborado pelo Fundo Monetário Internacional, o FMI.

Brasil retorna ao grupo das 10 maiores economias mundiais

Publicidade

O Produto Interno Bruto brasileiro, ou PIB, que foi elaborado pelo FMI para o ano de 2022, ficou em US$ 1,833 trilhão, sendo 14% maior do que o que havia sido indicado ainda por dados previamente repassados para o PIB de 2021, que também foi denominado em dólares.

IMPERDÍVEL:
Auxílio Bem caminhoneiro: Quem terá direito de receber as duas parcelas do benefício já no mês de agosto?

Leia: O custo médio para se ter um carro elétrico agora é de US$ 54.000 ou R$ 280.00 no Brasil

Isso foi o suficiente para ultrapassar por pouco mais de US$ 4 bilhões o Produto Interno Bruto da Rússia, atualmente a 11.ª colocada no ranking. Além da Rússia, o Brasil também conseguiu ultrapassar a Coreia do Sul e a Austrália, que este ano irão ocupar a 12.ª e a 13.ª posições, respectivamente.

Retorno do Brasil ao ranking principal traz também um retorno positivo a economia

Publicidade

A economia brasileira finalmente retornará ao grupo das 10 maiores economias mundiais, após 2006, quando caiu desse grupo cerca de 5 anos antes.

No ano de 2021, o Produto Interno Bruto brasileiro ficou na pior colocação desde o ano de 2004, quando o país ficou na 13º posição no ranking das maiores economias mundiais. Já no ranking desenvolvido sobre as estimativas do Fundo Monetário Internacional, para este ano de 2022, a China, que no ano de 1995, ficava logo atrás do Brasil, ocupando a 9° posição do ranking, se consolidou no 2° lugar.

IMPERDÍVEL:
Empréstimo consignado do Auxílio Brasil poderá ser solicitado em qualquer banco e não somente pela Caixa Econômica Federal

Já o Produto Interno Bruto da China, que foi projetado para este ano de 2022, já está em torno de US$ 20 trilhões, sendo 10 vezes mais superior em relação ao PIB brasileiro.

Publicidade

Até meados de 2027, de acordo com as projeções do Fundo Monetário Internacional, conseguirá encostar nos Estados Unidos, que atualmente é o primeiro colocado do ranking da economia mundial, que então já terá um PIB superior a US$ 30 bilhões, provavelmente.

Lista das maiores economias mundiais

Produto Interno Bruto (PIB) nominal – US$ tri

  • 1° – Estados Unidos (25,35)
  • 2° – China (19,91)
  • 3° – Japão (4,91)
  • 4° – Alemanha (4,26)
  • 5° – Índia (3,53)
  • 6° – Reino Unido (3,38)
  • 7° – França (2,94)
  • 8°- Canadá (2,22)
  • 9° – Itália (2,06)
  • 10° – Brasil (1,83)
  • 11 ° – Rússia (1,83)
  • 12° – Coreia do Sul (1,80)
  • 13° – Austrália (1,75)
IMPERDÍVEL:
Caixa Econômica Federal anunciou redução de juros para quem deseja financiar a casa própria

(fonte: Austin Rating)

A maior economia mundial segue sendo a dos Estados Unidos, com o PIB nominal de US$ 25,45 trilhões, liderando o ranking. Junto aos Estados Unidos, compõem os outros dois lugares principais do ranking: a China, com US$ 19,91 trilhões do PIB nominal e o Japão, com US$ 4,912 trilhões do PIB nominal.

A Índia, por sua vez, conseguiu ultrapassar o Reino Unido, bem como o Canadá, que conseguiu passar da Itália.

Publicidade
Artigos relacionados