Banco Central do Brasil tem expectativa de abrir um novo edital de concurso público (Concurso Bacen)

Por Felipe Souza

O Banco Central do Brasil espera realizar um novo concurso público (Concurso Bacen). O órgão realizou no ano de 2021 um pedido de autorização seletiva para 245 vagas a serem preenchidas. Caso o pedido não for atendido até o final de Maio, o órgão poderá fazer uma nova solicitação.

É de responsabilidade do Ministério da Economia a aprovação dos pedidos de novos concursos públicos dos órgãos federais. O prazo para os órgãos solicitarem concursos é até o dia 31 de maio de cada ano.

No ano de 2021, o Banco Central solicitou abertura de concurso para 245 vagas, sendo 200 delas para a carreira de analista; 30 para técnico; e 15 para procurador. Em ofício do mesmo ao Ministério da Economia, afirmaram que as oportunidades deveriam ser providas nos anos de 2023 e 2024.

PARA VOCÊ:
Concurso de Bombeiros CBMERJ 2022: Publicação do contrato com FGV 

Para o cargo de analista do Banco Central é exigido ensino superior de qualquer área. Quanto a remuneração do cargo, o valor inicial é de R$19.655,06.

Quanto ao cargo de técnico do Banco Central, exige-se ensino médio completo. A remuneração inicial do cargo chega a R$7.741,31, contando auxílio-alimentação.

Já o cargo de Procurador requer ensino superior em Direito mais dois anos de exercício de atividade jurídica. Sua remuneração é de R$21.472,49.

Anteriormente, o último concurso do Banco Central (Concurso Bacen) encerrou-se no fim de 2015, quando acabou sua validade. Mesmo com autorização à nomeação do cadastro-reserva pelo Ministério do Planejamento, o órgão ainda possuía um déficit de ao menos 2 mil funcionários.

PARA VOCÊ:
Concurso PC AL 2022: Novo edital para Polícia Civil do estado de Alagoas

Na época, o concurso contou com oportunidades para São Paulo, Brasília, Salvador, Belém e Porto Alegre. Porém ainda não se sabe para onde serão destinadas as vagas no próximo concurso.

Concurso Banco Central: Concurso anterior

O último concurso exigiu dos candidatos conhecimentos nas seguintes áreas:

Na prova para analista, cobraram-se as disciplinas de Direito Administrativo, Direito Constitucional, Sistema Financeiro Nacional e Sistema de Pagamentos Brasileiro Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Raciocínio Lógico e Economia.

Quanto à prova de técnico, cobraram as disciplinas de Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Língua Portuguesa,  Gestão Pública, Informática para Usuários, Raciocínio Lógico-Quantitativo e Conhecimentos Específicos.

PARA VOCÊ:
Concurso IBGE: Órgão solicita o Edital com 2.503 vagas
Artigos relacionados