Notícias

Atualizado em 10/06/2019 às 13h29

Jornalista santarena representará o Pará em encontro nacional

Karla Lima foi a única do Pará selecionada entre os 3.686 inscritos de todo o Brasil para a Jornada Galápagos de Jornalismo 2019. O encontro ocorrerá entre os dias 21 de julho a 01 de agosto em São Paulo (SP).


Em abril deste ano, a santarena Karla Lima, 27 anos, soube através do site da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo da abertura de seleção para o encontro "Jornada Galápagos de Jornalismo 2019". Dos 3.686 inscritos do Brasil e de brasileiros que estão em outros países, ela é a única jornalista do Pará, entre os 30 classificados.

A jornalista, que é chefe de jornalismo da Comunicação da Prefeitura de Santarém, fez a inscrição no final de abril deste ano apostando na chance de ser uma das selecionadas, mas com os pés no chão de que seria uma seleção nacional. "Me interessei por aquela chamada. Cliquei para ver. Quando vi que era voltado também para jornalismo digital, uma área que me atrai muito, que seria um concurso que contaria com as instruções de profissionais reonomados do jornalismo, pensei na hora: – Vou me inscrever e tentar".Jornalista Karla Lima durante gravação do vídeo para a 1ª fase da Jornada Galápagos de Jornalismo (Foto: Fabrício Galúcio)

A primeira etapa foi composta por todo um processo de inscrição online com perguntas que abordava a carreira acadêmica e profissional. Ao final da ficha de inscrição, foi solicitado um vídeo respondendo à pergunta: "De que maneira o jornalismo pode contribuir com a sociedade?".

Tendo em vista que poderia fazer o vídeo naquele momento, mas que não poderia render, preferiu refazer a inscrição em uma outra data, já que se tratava de uma competição nacional.

No momento, Karla fechou o formulário e pensou em criar um roteiro de vídeo mais elaborado. Logo surgiu a ideia de fazer um texto e escolher um cenário que se adequasse a algo peculiar de Santarém, que atraisse os olhares da comissão avaliadora. "Primeiramente escrevi o texto associando à questão do jornalismo como voz da sociedade. Acabei estudando mais sobre o assunto, entendendo os princípios da área e o que a própria Galápagos Newsmaking defende".(Reprodução: site Galápagos Newsmaking)

Foi inspirada no ideal da própria organização de comunicação, promotora do evento, que a profissional idealizou o vídeo que lhe rendeu aprovação para a segunda etapa da Jornada. Segunda ela, a Galápagos Newsmaking defende a ideia de jornalismo evolucionário, um jornalismo que ajuda a sociedade a evoluir, que foge do jornalismo comum e repetitivo.

"É um jornalismo que está pautado por iniciativas criativas, por notícias positivas, foge do rotineiro da área policial por exemplo. A Galápagos propõe um novo modelo de fazer jornalismo, apostando na diversidade, nas histórias inspiradoras, na regionalização, na transparência e no jornalismo que dá voz à sociedade".

Leia também:

Para Karla, os princípios desse jornalismo são os que devem nortear todos os profissionais que atuam no meio. "Sempre tive isso dentro de mim. O Jornalismo não é uma profissão qualquer. Precisa de muita reflexão, capacitação teórica e prática, mas acima de tudo, é preciso ter ética. Pensar que esta é uma profissão que pode contribuir bastante com a sociedade".

Na execução do vídeo (assista acima), a jornalista buscou parceria de amigos. Contou com o apoio logístico do radialista Armando Carvalho que possui uma lancha e providenciou o deslocamento da equipe até o local de gravação, e teve suporte técnico do publicitário Ádrio Denner, diretor executivo e proprietário da AD Produções e do videomaker da AD Produções, Fabrício Galúcio. Ambos ajudaram na produção de forma voluntária, onde é destacado o majestoso fenômeno do encontro das águas em frente à Pérola do Tapajós.

"Assim como o Rio Tapajós e Amazonas se encontram em frente à cidade de Santarém, no Pará, e trocam informações constantemente, o jornalismo e a sociedade não são diferentes. Eles dependem um do outro. Eu vejo no jornalismo uma ferramenta indispensável para a evolução da sociedade. Afinal, o jornalismo é mais que uma linda arte de contar histórias. Jornalismo é voz. É democracia. É presença. Jornalismo é preservação. É nesse jornalismo que eu acredito. Um jornalismo que constrói e transforma", concluiu Karla Lima no vídeo que usou para apresentar durante o processo de seleção.

A segunda etapa foi em Manaus (AM) onde houve entrevista com a equipe da Galápagos Newsmaking. No dia 5 de junho recebeu o resultado via e-mail e agora se prepara para a experiência jornalística, que ocorrerá em São paulo, no período de 21 de Julho a 2 de Agosto.

Material de divulgação elaborado pela Galápagos para os selecionadosPerfil de Karla Lima

Atua há 7 anos no jornalismo santareno, é bacharel em Comunicação Social – Jornalismo – pelo Instituto Esperança de Ensino Superior (Iespes). Foi coordenadora de Comunicação da Prefeitura de Santarém. Atuou como repórter, editora-chefe e foi promovida a coordenadora do portal de notícias G1 Santarém (afiliado Globo.com).

Atuou como repórter, produtora e editora de telejornal na emissora de televisão TV Tapajós (afiliada TV Globo em Santarém).

Apresentou o Programa Institucional "Ação Esperança" no Instituto Esperança de Ensino Superior. Desenvolveu atividades de produção e reportagem no Projeto Rádio Pela Educação da Rádio Rural de Santarém.

Atualmente é chefe de jornalismo na Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santarém.

Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Jornalismo Online, Marketing Digital, Telejornalismo, Radiojornalismo, Comunicação Institucional e Assessoria de Imprensa.

Jornada Galápagos de Jornalismo 2019

A iniciativa é promovida pela empresa de comunicação Galápagos Newsmaking de Jornalismo, localizada em São Paulao (SP) que tem como missão a promoção do jornalismo sustentável, transparente e de credibilidade.

O evento contará com a participação de grandes nomes do jornalismo nacional: Caco Barcellos, repórter da TV Globo e apresentador do programa Profissão Repórter; Elio Gaspari, articulista de O Globo e da Folha de S. Paulo; Mônica Bergamo, que assina uma coluna na Folha de S. Paulo e na BandNews; André Petry, diretor de redação de Veja; Carlos Maranhão, jornalista e escritor; e Walcyr Carrasco, jornalista, escritor e dramaturgo.

O curso é totalmente gratuito, incluindo deslocamento e hospedagem, para universitários e profissionais formados em qualquer área, que tenham produzido conteúdo jornalístico em plataformas digitais (podcasts, vídeos e textos).

Ao longo da programação, os classificados conhecerão a sede de empresas de tecnologia, como Google, LinkedIn, Twitter e Amazon Kindle.


Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais:
Facebook: https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

Júlio César Antunes Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação