Notícias

Atualizado em 26/04/2019 às 16h46

Prefeitura de Santarém promove ação de saúde pelo Dia Nacional de Combate a Hipertensão Arterial


Ação disponibilizou diversos serviços como aferição de pressãoCom o tema "Hipertensão Arterial: Atividade física e reeducação alimentar, uma questão de hábito", a Divisão Técnica da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) da Prefeitura de Santarém, realizou na manhã de hoje (26), uma grande ação de saúde para marcar o Dia Nacional de Combate a Hipertensão Arterial, comemorado em 26 de abril.

Avaliação antropométrica durante programação do Dia Nacional de Combate a Hipertensão ArterialA ação ocorreu nas dependências da Unidade Básica de Saúde (UBS) de Fátima, localizada ao lado da praça Tiradentes e contou com o apoio das equipes da UBS, do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), acadêmicos da Universidade da Amazônia (Unama), alunos do Centro Educacional Pan-Americano (CEPA) de Santarém, das equipes do Programa Consultório na Rua e do Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF) da Semsa.

A programação foi aberta à população em geral e contou especialmente com a participação de pessoas que trabalham em embarcações atracadas na frente da cidade e de ribeirinhos que desembarcavam no terminal da Praça Tiradentes.Testes rápidos (HIV, sífilis e hepatites virais) também estiveram dentre os atendimentos

Durante a programação, foram disponibilizados aos participantes aferição de Pressão Arterial (PA), cálculo de Índice de Massa Corporal (IMC), avaliação antropométrica (peso e altura), testes rápidos (HIV, sífilis e hepatites virais). A equipe do NASF realizou ainda palestras educativas, orientação nutricional e psicológica, além de atividades físicas promovendo saúde e bem-estar aos participantes.

Índice de Massa Corporal (IMC) foi calculadoSegundo a coordenadora da Divisão Técnica da Semsa e uma das coordenadoras do evento, enfermeira Maria do Desterro Liberal, o objetivo da programação foi conscientizar as pessoas sobre os cuidados básicos para prevenir a hipertensão arterial, um mal que atinge aproximadamente 25% da população brasileira, segundo dados do Ministério da Saúde. "Nosso serviço todo foi preventivo e de orientação. A ideia também foi de identificar pessoas que possuam o problema e que nem sabem, para que possam ser orientadas de forma correta sobre como proceder na busca pelo atendimento necessário na rede pública municipal de saúde", afirmou.

Na ação desta manhã foram realizados 143 atendimentos, desse total 22 pessoas foram detectadas com a pressão alterada. "Elas receberam orientações sobre os cuidados, os sintomas e as alternativas para o controle da hipertensão arterial, além de terem sido orientadas a fazerem o acompanhamento junto às equipes das unidades de saúde para o tratamento adequado", explicou Maria do Desterro.Alguns integrantes da equipe da Semsa que estiveram a frente da ação 

Leia também:

Atividades físicas também foram realizadas promovendo a saúde e o exercício corporalAinda como parte da programação pelo Dia Nacional de Combate a Hipertensão Arterial, no dia 3 de maio será realizada uma palestra no auditório da Unama com o tema "Hipertensão: prevenção e controle". A palestra será ministrada pela cardiologista Ilmara Sousa e será uma capacitação para os profissionais da atenção básica do município, com o objetivo de melhorar a vigilância, controle, diagnóstico e atendimento aos pacientes com hipertensão. A palestra será realizada no horário das 8h às 11h.

O que é Hipertensão Arterial
Palestras educativas foram ministradas A hipertensão arterial ou pressão alta é uma doença crônica caracterizada pelos níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias. Ela acontece quando os valores das pressões máxima e mínima são iguais ou ultrapassam os 140/90 mmHg (ou 14 por 9). A pressão alta faz com que o coração tenha que exercer um esforço maior do que o normal para fazer com que o sangue seja distribuído corretamente no corpo. A pressão alta ataca os vasos, coração, rins e cérebro e é um dos principais fatores de risco para a ocorrência de acidente vascular cerebral, enfarte, aneurisma arterial e insuficiência renal e cardíaca.

Dados locais
Atualmente, Santarém tem 9.979 pessoas hipertensas, 3.914 diabéticos e 3.812 possuem tanto a hipertensão quanto a diabetes. Esses pacientes são reunidos em grupões pelas equipes que atuam nas UBS's, chamados de grupo Hiperdia. Santarém possui cerca de 170 grupões de Hiperdia nas 72 UBS's do município. Os grupos se reúnem mensalmente para acompanhar, receber orientações e medicamentos para o tratamento das doenças.

O Programa Hiperdia
Participantes puderam obter orientação alimentar e nutricional O Programa Hiperdia tem por objetivo cadastrar e acompanhar todos os pacientes hipertensos e diabéticos a fim de que através do cuidado especial consigam fazer um melhor controle das doenças e garantir qualidade de vida aos pacientes.

Quando o paciente é atendido nas Unidades de Saúde do município ou no Pronto Socorro e detecta o problema, ele é encaminhado para o Hiperdia.

Os pacientes são cadastrados no Programa e passam a ser acompanhados pela equipe multidisciplinar de acordo com a necessidade individual de cada um.

A linha de cuidado do Programa conta com os seguintes atendimentos:
• Atendimento médico;
• Atendimento de enfermagem;
• Assistência Fisioterápica;
• Assistência Odontológica;
• Acompanhamento Nutricional;
• Avaliação Oftalmológica;
• Atividade Física;
• Assistência Farmacêutica, com dispensação de medicamento gratuito para o seu tratamento;

Dayse Lima Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação