Notícias

Atualizado em 06/10/2018 às 10h23

Curso de manipulação de alimentos resgata e elabora novas receitas na Comunidade Irurama


Participantes do curso de Manipulação de AlimentosA manhã de sexta-feira (05) foi de grande festa na comunidade Irurama, região do Eixo-Forte em Santarém do Pará, com o encerramento do curso de "Manipulação de Alimentos" que iniciou na última segunda (01). O Curso foi promovido pela Prefeitura Municipal de Santarém, por meio da Secretaria de Turismo (Semtur), em parceria com a Consulte – Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) e Serviço Social de Aprendizagem Rural com objetivo de qualificar os comunitários que trabalharão durante o Festival dos Derivados da Mandioca e Artesanato a ser realizado no período de 12 a 14 de outubro.

Confira outras matérias sobre turismo

Joilson Dutra, instrutorDe acordo com o facilitador do curso, Joilson Dutra, ao avaliar o desenvolvimento do curso, falou que foi superado todas as expectativas, por conta do resgate de antigas receitas que foram se perdendo no tempo e a implementação de uma nova receita a partir do tucupi. "Faço uma avaliação altamente proveitosa, devido a um resgate de pratos que inclusive já tinham sido esquecidos pela comunidade e que voltarão agora no festival a serem ofertados novamente, então é um resgate de cultura que vai fomentar a gastronomia da Vila".

Joilson destacou ainda que no curso foram resgatadas as receitas como a elaboração da crueira, do carimã e da manicuera que é uma bebida adocicada feita a partir da macaxeira, o beijú de tapioca, com a receita, de dona Santana, uma das antigas moradoras da vila. O instrutor disse ainda que inovações acontecerão no festival, pois no curso foi elaborado a receita do cremem de tucupi, aprovado pelos participantes do curso, que também será experimentado em forma de sorvete, além do pudim de Tarubá e brigadeiro de Tarubá.

Dona Santana Castro aprimou com o curso o beijú de tapioca, receita tradicional de sua famíliaDona Santana Castro ressaltou que o curso foi uma grande troca de experiência dando ênfase a culinária local. "O Curso que nós participamos foi muito bom, aquilo que nós não sabíamos aprendemos, um aprende com o outro, o professor veio e aprendemos muito com ele, o que nós sabíamos já passamos para ele, uma coisa muito importante, uma troca de experiência. Foram aproveitadas as nossas receitas e fiz uma receita que é tradição da minha família, o beijú de tapioca, que leva a tapioca escaldada grossa, frita com coco. Essa receita é um dos resgates que vamos colocar a disposição as pessoas que virão visitar o nosso Festival".

Maria Dineia irá usar os conhecimentos na produção do pão de macaxeiraMaria Dineia, disse que o curso ajudará a melhorar ainda mais a preocupação com o manuseio dos alimentos. "O curso trouxe muitas dicas de como melhorar ainda mais nossa prática quanto a manipulação de alimentos e trabalharmos essa manipulação com os nossos produtos, a mandioca, macaxeira e tudo aquilo que a gente pode fazer com eles, a exemplo do 'Pão de Macaxeira', que é uma receita de família, mas que agora temos uma técnica de manipulação, e com qualidade", explicou.

O Secretário de Turismo, Diego Pinho, após agradecer os parceiros disponibilizou a Semtur para realização de outros cursos. "É uma alegria poder realizar mais um curso em parceria com o Senar e a Consulte. Com muita responsabilidade trouxemos o curso que vem somar com o trabalho que vocês desenvolvem durante o Festival, que é realizado aqui na comunidade e se depender da Secretaria de Turismo, iremos fazer outros, principalmente nesse aspecto muito importante que é a manipulação de alimentos, que temos que fazer com muito cuidado para dar mais qualidade ao consumo dos produtos que vocês oferecerão no evento".

A comunidade Irurama faz parte do Projeto de Assentamento Agroextrativista (PAE) Eixo Forte, localizada às margens da rodovia Everaldo Martins (PA-457), em Santarém (PA), que tem seu acesso pelo ramal da comunidade no Km 09 (nove). A comunidade fica a aproximadamente 15 quilômetros da área urbana e os interessados em conhecer o Festival, a comunidade dispõe de linha de ônibus coletivo "Cucurunã".

Tadeu Pinho Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação