Notícias

Atualizado em 23/06/2018 às 19h46

Voluntários do Projeto Overlove levam ação para Caaf que acolhe indígenas da etnia Warao


Voluntários do Projeto "Overlove - Transbordando Amor, excedendo os limites", estiveram na sexta-feira (22), no feriado do aniversário de Santarém, realizando uma grande ação para os indígenas venezuelanos da etnia Warao, na Casa de Acolhimento para Adultos e Famílias (Caaf), administrada pela Prefeitura de Santarém por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras).

Liderados por seis pessoas: Rafael e Alana Reis, Verena Lima, Cayenne Farias, Leonardo Holanda e Rodrigo Andrade, os trinta e quatro voluntários, entre eles um médico, três acadêmicos de medicina, uma enfermeira e uma técnica de enfermagem levaram atendimentos na área da saúde, atividades de pintura e danças para as crianças e integração com música e violão para os adultos. Noventa e oito indígenas aceitaram ser atendidos pela equipe médica. O projeto levou também medicamentos para os acolhidos.

"Foi uma experiência muito incrível apreciada por todos. Fomos também com engenheiros, pedagogos, antropólogos, todos os nossos voluntários. Temos a proposta de pagar para aprender a língua Warao elaborando um projeto para ajudar na Casa de Acolhimento. Uma das integrantes da equipe teve a oportunidade de aprender a fazer o artesanato Warao e foi uma troca super especial. Todos nós fomos muito bem recebidos. No início os indígenas ficaram com um certo receio, porém depois todos se soltaram e fizeram parte da ação. Vamos tentar ajudar com medicamento prescritos pelos médicos e quando concluirmos o nosso projeto iremos até a secretaria de assistência para combinarmos a viabilidade da realização. Queremos ajudar essa casa de acolhimento que é tão importante", garantiu a farmacêutica Alana Reis, que contou ainda que o grupo de voluntários realizou durante três dias um bazar para arrecadar recursos para investir na ação social.

Sobre os indígenas da etnia Warao – Em 28 de setembro de 2017, um grupo formado por trinta indígenas chegou a Santarém refugiados da crise política e econômica do país de origem. A Prefeitura de Santarém por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras) através da Casa de Acolhimento para Adultos e Famílias (CAAF), localizada no bairro Cambuquira, acolhe atualmente 105 indígenas. O grupo é formado por 14 famílias e 50% são crianças. Mais de 250 venezuelanos refugiados já passaram pelo município.

A maioria dos indígenas da etnia Warao que estão em Santarém pretendem fixar moradia e encontrar um trabalho. Para isso, eles já começaram a aprender a Língua Portuguesa em atividades desenvolvidas em parceria com a Prefeitura através da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Sobre o Projeto Overlove Os voluntários do Projeto "Overlove - Transbordando Amor, excedendo os limites" tem o objetivo de alcançar pessoas que estão em condições de fragilidade seja financeira, emocional, física e/ou marginalizados e capacitá-los para terem melhores perspectivas. O grupo conta com uma equipe formada por médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, psicólogos, farmacêuticos, odontólogos, nutricionistas, fisioterapeutas, professores, pedagogos, assistentes sociais, advogados e antropólogo.

Geisa de Oliveira Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação