Notícias

Atualizado em 04/09/2019 às 16h41

Santarém participa de encontro que discute os desafios das mudanças climáticas

Santarém é representada pela secretária de Meio Ambiente, Vânia Portela. Foto-Marcos Santos - Agência Pará

O município de Santarém é representado pela secretária de Meio Ambiente, Vânia Portela, na mesa redonda "Desafios da agenda ambiental e das cidades na Amazônia para a implementação do Acordo de Paris: o caso do Pará". O encontro denominado "Mudanças Climáticas: Novas convergências no Brasil e no mundo" ocorre no Salão Oval da Governadoria do Estado do Pará, em Belém, e é realizado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), em parceria com o Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI) e a Fundação Konrad Adenauer (KAS).

Participam da reunião diversos atores sociais ligados a questão ambiental. Foto-Marcos Santos - Agência Pará

Participam da reunião diversos atores sociais ligados a questão ambiental como o governador do Estado do Pará, Helder Barbalho; secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado do Pará (Semas), Mauro O' de Almeida; a ex-secretária federal de Meio Ambiente, Izabela Teixeira; o diretor executivo do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam), André Guimarães; o presidente da Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), Marcello Brito e a coordenadora de Projetos da Fundação Konrad Adenauer, Marina Caetano.

Vânia Portela: ″Discussões sobre temas ligados às mudanças climáticas, recorrentes, fundamentais para o futuro das populações que vivem na Amazônia″.

Dentre os assuntos discutidos, estão as novas perspectivas das mudanças climáticas no atual contexto sociopolítico, inserção do Brasil na cooperação internacional e as estratégias para a preservação e o desenvolvimento da Floresta Amazônica.

"Estamos discutindo todos esses temas ligados às mudanças climáticas, recorrentes, fundamentais para o futuro das populações que vivem na Amazônia e o planeta como um todo. Desafios que devem ser pensados a curto, médio e longo prazo na medida em que é preciso preservar a floresta para o desenvolvimento sustentável", informou a titular da pasta de Meio Ambiente de Santarém.

Dentre os assuntos discutidos estão as novas perspectivas das mudanças climáticas no atual contexto sociopolítico. Foto-Marcos Santos - Agência Pará

Leia também:

Os representantes também devem discutir o emprego de R$ 34 trilhões, entre os países que fazem parte do acordo para serem empregados em ações de neutralização do carbono e a melhoria do clima.

O acordo de Paris é um protocolo internacional, aprovado por 195 países para redução das emissões dos gases causadores do efeito estufa.

Em setembro de 2016, o Brasil ratificou o acordo, comprometendo-se a reduzir a emissão de poluição em 37% com a proposta de aumentar os investimentos em bioenergia, além de restaurar e reflorestar 12 milhões de hectares de florestas.

Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais:
Facebook: https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

 

Júlio César Antunes Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação