Notícias

Atualizado em 11/02/2019 às 21h45

Cras realizam Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência


A gravidez precoce é uma das ocorrências mais preocupantes relacionadas a sexualidade na adolescência e que gera um difícil processo de adaptação na vida dos jovens pais, nas famílias de ambos e também dos filhos que nascem sem planejamento. Para abordar o tema, a Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semtras) promoveu nos oito Centros de Referência da Assistência Social (Cras) a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência que teve início em 1º de fevereiro, data instituída pela Lei nº 13.798, publicada em 4 de janeiro de 2019, que acrescenta ao Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/1990), artigo que define data para abertura de atividades de prevenção e educação.

Atividades no Cras Alter do Chão No período de 1 a 8 de fevereiro, diversas atividades voltadas para usuários e familiares dos Cras foram realizadas com o objetivo de debater as causas e consequências da gravidez na adolescência.

Segundo a coordenadora do Cras Maracanã, Roberta Branco, no Centro houve o depoimento de Thaíza Thaina Miranda que engravidou aos 13 anos. "Essa foi uma forma real de mostrar para nossos usuários o que realmente acontece na vida de uma pessoa quando ela ultrapassa as fases de sua vida, de quando ela estava brincando, se divertindo, sem compromissos e de repente se vê em uma realidade nada fácil. Essa foi uma das formas de conscientizar sobre o que ocorre".

Thaíza Thaiana MirandaThaíza é usuária do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), administrado pela Semtras. Relatou que mesmo com o apoio de seus pais teve que assumir uma responsabilidade muito cedo e viu uma criança aprender a cuidar de outra crianças, quando engravidou, na época, aos 13 anos de idade. "Não foi fácil. Quando ocorreu não se falava disso nas escolas. Parei de estudar no segundo ano, hoje só cuido de filhos em casa, atualmente tenho 5 filhos. Minha vida é cuidar de meus filhos e da casa. O conselho que dou é que tudo tem a hora certa. Graças a Deus o Cras está aqui nos apoiando. Eu e meus filhos estamos sempre participando das atividades e sobre esse assunto, é importante abordá-lo na sociedade."

Usuários em palestra no Cras SantarenzinhoSemana de Prevenção a Gravidez na Adolescência realizada no Cras MaracanãA adolescente Deilane Nascimento dos Santos, usuária do SCVF do Cras Maracanã participou das atividades e comentou sobre a importância de depoimentos e atividades voltadas ao tema. Contou que sua mãe teve o primeiro filho aos 13 anos e sempre a escuta dizer que não foi fácil viver a situação. "É fundamental que todos saibamos a realidade dos que engravidaram na adolescência, para que possamos aprender com o exemplo."

Todos os oito Centros realizaram a Semana de Prevenção a Gravidez na Adolescência. No Cras Urumari também houve a ministração de palestra e uma oficina de bonecos de pano que foram utilizados para simulação teatral que ocorreu no Centro, simbolizando os filhos dos adolescentes. No Cras Santarenzinho um grande público de pais e adolescentes acompanharam as palestras promovidas. O Cras Santana trabalhou a temática nos turnos matutino e vespertino. Palestras de enfermeiros das Unidades Básicas de Saúde (UBS's), Agentes Comunitários de Saúde (ACS's), acadêmicos de enfermagem e enfermeira do Serviço Social do Comércio (Sesc) também foram realizadas.Cras Urumari promoveu oficina de confecção de bonecos de pano 

Dados de gravidez na adolescência em Santarém
Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em 2018 houve 12 casos de gravidez na faixa etária de 10 a 14 anos. Na faixa etária de 15 a 19 anos, o número pulou para 140.

"Esses dados comprovam que ainda são muitos os casos de gravidez na adolescência, em pleno século 21. É uma orientação da nossa titular da Semtras Celsa Brito para que estejamos sempre trabalhando com nossos usuários crianças, adolescentes e idosos temas importantes a fim de alertar e informar cada vez mais para que possamos reduzir esses e outros números", pontuou a coordenadora da Proteção Social Básica (PSB), Marlem Ribeiro.Cras Nova República também promoveu as atividadesPais e adolescentes participaram no Cras Santana Cras São José Operário educou e conscientizou jovens

Geisa de Oliveira Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação