Notícias

Atualizado em 17/10/2018 às 16h18

Isaac Silva, o atleta santareno mais premiado em maratonas nacionais e internacionais


Isaac Silva - São Silvestre - 1989Destaque em Santarém e em nível nacional com a participação em 12 maratonas internacional de São Silvestre, o atleta santareno Isaac da Silva Lima, 62, continua colecionando medalhas no Brasil e no exterior. Recentemente, tornou-se o maior vencedor da maratona que marca os 110 anos da imigração japonesa ao Brasil, realizada nos dias 12, 13 e 14 de outubro, em São Paulo, em 1º lugar nas corridas de 5 km, 800m e 1.500 metros.

Isaac Silva também recordou a participação dele nas maratonas de São Silvestre, no início da década de 1980. "Fui o 31º colocado em uma maratona, que contou com a participação de 15 mil atletas, no percurso de 15 km, sendo o campeão de minha própria história", o atleta referindo-se a melhor colocação que obteve na São Silvestre de 1989.

Confira mais notícias sobre a área da educação 

Medalhas conquistadas por Isaac Silva em diversas maratonas pelo BrasilIsaac da Silva Lima é natural de Santarém, nasceu em 13 de julho de 1956, formado em Educação Física, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC-1882). Foi professor de Educação Física, profissão que iniciou em 1987.

Segundo o atleta, tudo começou com o incentivo de um amigo e depois vieram as primeiras conquistas ao vencer as maratonas regionais, as corridas do Círio em Santarém e em Belém. A partir daquele momento, não conseguiu parar mais e até os dias atuais continua representando Santarém, no Brasil e até em outros países, agora correndo pela categoria máster. Para Isaac, o atletismo foi um grande passo para a liberdade. "Ser livre é poder expressar o seu modo de vida, sem amarras políticas, ideológicas e sem subserviência a quem quer que seja, mas respeitando o direito do outro", conta Isaac. Com base nessa filosofia de vida, o atleta revela que encontrou muitas dificuldades para manter a carreira. São muitos anos de dedicação e de treinamento com disciplina, dividindo o tempo entre os compromissos do dia a dia e o trabalho, mas os resultados são as vitórias colecionadas para sua cidade natal, Santarém.

Se tivesse oportunidade de recomeçar tudo de novo, Silva faria tudo parecido, embora com ajustes para ser melhor do que é agora. "Veja, 48 anos depois, a pessoa já conquistou bastante experiência que hoje nos faz participar de campeonatos importantes ao lado de pessoas que vivem para esse fim e mesmo assim sempre trazemos as primeiras colocações para a cidade, como aconteceu recentemente", lembrou.Campeonato brasileiro em 2008

Para o atleta, depois de participar de inúmeros campeonatos em diversos estados brasileiros, representando Santarém, o campeonato que mais lhe chamou atenção foram as maratonas de São Silvestre, os campeonatos Brasileiro, Sul-americano e Mundial de máster. De acordo com Isaac, a última corrida foi a mais emocionante, sendo também uma das poucas participações que contou com o patrocínio da Prefeitura de Santarém. "Esse apoio agregou mais responsabilidade nos treinos, com mais disciplina e os resultados foram positivos. Com isso, a corrida se tornou mais fácil, divertida, prazerosa e satisfatória", explica. Segundo ele, quando o atleta vai por conta própria, sem patrocínio, não tem a mesma responsabilidade, como ocorreu na última competição quando conquistou três medalhas de ouro.

Durante 48 anos dedicados ao atletismo, Isaac Silva também foi professor de Educação Física e, segundo ele, foram muitos aprendizados, inclusive com as crianças e os jovens que integraram as turmas pelas quais passou. "Todos os dias, nós aprendemos e como professor de educação física eu aprendi demais com as crianças que muitas vezes vem de casa, precisando de um sorriso, uma palavra amiga, um carinho". Na condição de professor, Isaac disse que muitas vezes precisou ser pai, psicólogo e amigo daquelas crianças ou adolescentes para ajuda-las a superar alguma dificuldade.

Medalhas conquistadas em São Paulo, na maratona dos 110 anos da imigração japonesa ao BrasilComo atleta, Isaac também se tornou um exemplo de vida aos jovens do seu tempo pela renúncia a qualquer tipo de vício. Segundo ele, o atleta não pode ingerir bebida alcoólica, não pode fumar, sofrer sono, precisa se resguardar muito para ter um bom desempenho. Além disso, aprende-se a valorizar as amizades do meio do esporte e a cultivar as boas emoções com a alegria, bom humor, repassando as lições positivas de respeito, amor e de solidariedade a todos.

Para finalizar, Isaac disse que depois de mais de quatro décadas dedicados ao atletismo sente-se muito feliz, pois a maior das vitórias é ver uma cidade envolvida pelo esporte e o crescimento incomparável que nem mesmo o mais otimista na década de 1970 poderia imaginar que Santarém se tornasse uma referência ao atletismo e a outros esportes. "Temos que agradecer por tudo isso, por ter contribuído, incentivado as pessoas a praticarem o atletismo e contribuir, sobretudo, com a saúde delas o que significa mais felicidade, amor, realização e sorriso verdadeiro", finaliza.

Trajetória do atleta

Isaac Silva iniciou sua carreira no atletismo em 1970, em Santarém, no campo de Instituto Batista de Santarém, tendo a companhia em seus treinamentos iniciais do radialista Luiz Carlos de Moraes, que na época também praticava atletismo, motivados pelo senhor Vilmar.

No dia de 15 junho de 1970, ele participou da primeira corrida oficial, em Santarém, denominada Balão Vermelho. O local de concentração dos atletas foi na esquina das avenidas Mendonça Furtado, com Barão do Rio Branco, seguindo o percurso até a antiga Silva Jardim, retornando ao mesmo local da concentração, completando o percurso de 4 km. Nessa corrida, Isaac Silva conquistou a 2ª colocação e Luiz Carlos de Moraes ficou com 1º lugar. Em 1971, Isaac participou da corrida promovida pelo 3º Batalhão da Policia Militar, conquistando o 1º lugar.

O atleta teve duas participações no campeonato brasileiro de máster, sagrando-se bicampeão. A primeira corrida com percurso de 5 km, no Estado do Amazonas, em Manaus, conquistou o 1º lugar, em 2008 e no Estado da Paraíba, na cidade de João Pessoa, o 3º lugar, em 2014.

Ele também participou da meia maratona pelo Campeonato sul-americano na Argentina, na cidade de Rosário, com 21 km de percurso, conquistando o 3º lugar, que teve como premiação medalha de bronze, ano de 2008; Participou também da meia maratona do campeonato Mundial, com percurso de 21 km, na cidade de Porto Alegre, no ano de 2013; campeonato Sul-americano de máster, no ano de 2012, na cidade de Arequipa, no Peru, percurso de 5 km, conquistando o 3º lugar.

Participou de três corridas do Círio, em Santarém, conquistando o 1º lugar; No Círio em Belém, no percurso de 10 km, conquistando 1º na categoria, na faixa etária a parti de 50 anos.

A sua primeira participação na corrida internacional de São Silvestre, em 1982, em 12 edições diferentes, sendo que a melhor colocação foi ano de 1989, quando conquistou a 31ª colocação geral, dentre os 15 mil participantes.

Para finalizar, o atleta Isaac Silva sagrou-se vencedor das maratonas que marcam os 110 anos da imigração japonesa ao Brasil, realizada nos dias 12, 13 e 14 de outubro, em São Paulo, em 1º lugar nas corridas de 5 km, 800m e 1.500 metros.

Isaac também é um atleta generoso. No decorrer de sua carreira sempre ajudou os atletas iniciante em treinamento e hoje continua com essa mesma disposição, atendendo os jovens que o procuram em busca de alguma orientação em seus treinamentos e para Isaac sempre será uma satisfação poder contribuir com o atletismo e com o sonho dos jovens da nova geração.

Ednaldo Rodrigues Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação