Notícias

Atualizado em 18/02/2018 às 10h22

Carnaval do Creas divulga o enfrentamento ao trabalho infantil


Os jovens que cumprem medidas socieducativas e do Programa de Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos com direitos violados (Paefi) no Centro de Referência Especializado de Assistência Social(Creas) Municipal, na companhia de suas famílias, tiveram um tarde diferente com muita alegria e diversão com a programação de Carnaval voltada ao Enfrentamento ao Trabalho Infantil.

De forma lúdica e educativa, a equipe do Creas trabalhou o tema "O Trem da Alegria", com parada nas estações: brincar, educar, viver, trabalhar só quando crescer!
enfatizando os artigos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que foi uma forma de chamar a atenção dos participantes.

O Enfrentamento ao Trabalho Infantil é um dos importantes temas para a Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social de Santarém que desenvolve ações por meio da equipe das Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Aepeti). "Poder estar aqui nessa programação diferenciada é muito bom é uma diversão, pois no Creas estou tendo a oportunidade de mudar minha história, infelizmente sofri com as más amizades e fui para um caminho errado e nesses 6 meses que passei aqui estou vendo que não devemos nos deixar ser influenciados dessa forma, eu poderia ter morrido como um amigo morreu, agora me sinto mais forte para dizer não às essas coisas que só me fizeram mal e agradeço por estar aqui nesse momento de alegria com meus novos amigos", disse um jovem que cumpre medida socioeducativa em meio aberto.

"É importante trabalharmos esse tema com nossos usuários pois eles já tiveram seus direitos violados, é o momento deles entenderem que trabalhar pode, mas só na idade certa, a hora certa, conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente o Eca e muitas famílias talvez pela falta de informação elas acabam pecando. No Creas nós atendemos crianças e jovens e é importante esse tema até pra investigarmos se alguém está sendo exposto ao trabalho infantil, os nossos jovens a maioria já quer ter a oportunidade de trabalhar e na idade certa nós estamos com parcerias tentando incluí-los no mercado de trabalho e dessa forma estamos sensibilizando as famílias que a criança não pode trabalhar", esclareceu Rainilce Paes Lisboa, coordenadora do Creas Municipal.

Geisa de Oliveira Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação