Notícias

Atualizado em 16/03/2020 às 18h47

Mesmo sem caso confirmado em Santarém, prefeito anuncia medidas preventivas em relação ao coronavírus

Prefeito anuncia à imprensa medidas preventivas sobre o coronavírus em Santarém. Foto-Mauro Nayan

Mesmo não havendo nenhum caso confirmado da Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus em Santarém, o prefeito Nélio Aguiar anunciou, nesta segunda-feira (16), uma série de medidas preventivas, entre elas: assinatura de Decreto que declara situação de emergência no município, diante do contexto nacional e mundial provocado pela pandemia do coronavírus e a instalação de Comitê de Gestão de Crise, cuja coordenação esta sob responsabilidade do Gabinete do Prefeito e da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

De acordo com o Decreto fica declarada existência de situação atípica caracterizada como situação de emergência, em razão da pandemia, com potenciais repercussões para o estado do Pará, por um período de 90 dias, renováveis por igual período.

Para implementação das ações urgentes a serem adotadas, fica a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) autorizada a editar os atos normativos complementares necessários à execução do Decreto.  

O Comitê de Gestão de Crise será responsável pelo acompanhamento da situação de emergência. Ele é composto da seguinte forma:

  • Gabinete do Prefeito e Vice-Prefeito;
  • Secretaria Municipal de Saúde (Semsa);
  • Secretaria Municipal de Gestão, Orçamento e Finanças (Semgof);
  • Secretaria Municipal de Educação (Semed);
  • Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras);
  • Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT);
  • Secretaria Municipal de Cultura (Semc);
  • Secretaria Municipal de Turismo (Semtur);
  • Procuradoria Geral do Município (PGM);
  • Controladoria Geral do Município (CGM).

De acordo com o Decreto, compete ao Comitê adotar medidas necessárias para monitorar e se contrapor à disseminação da Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus.

Nélio Aguiar assina Decreto que declara situação de emergência em Santarém, diante do contexto nacional e mundial. Foto-Mauro Nayan

Monitoramento

O prefeito informou que tanto a Vigilância em Saúde Municipal, quanto a Vigilância em Saúde Estadual vêm trabalhando em relação aos casos “importados”, ou seja, pessoas que tiveram recentemente em países onde já há intensa manifestação do vírus.

“São pessoas que estiveram na Europa ou na América do Norte e retornaram para Santarém e apresentaram alguns sintomas suspeitos. Todos esses casos, nós já estamos cuidando, seguindo o protocolo do Ministério da Saúde, com coleta de material, isolamento, caso seja necessário, e internação. O que a gente está trabalhando é nos antecipar para uma possibilidade da chegada do vírus no estado do Pará e em Santarém. O que nós temos, nesse momento, é uma possível confirmação da circulação do vírus no município. O que não é o caso hoje. Os últimos dados da Secretaria de Estado de Saúde (Sespa) nos dão a tranquilidade e segurança que não existe a circulação do Coronavírus dentro do município de Santarém”, destacou.

Objetivando a prevenção da proliferação do vírus, o Decreto recomenda medidas que devem ser adotadas, entre elas: evitar a superlotação de passageiros e intensificar a higienização dos transportes coletivos; campanhas serão intensificadas  na imprensa e redes sociais, com material oficial do Governo Federal; servidores do SAMU, ACS’s, ACE’s, médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, entre outros profissionais receberão treinamento; unidades públicas de saúde vão articular junto à rede privada fluxos de atendimentos necessários; o município vai articular, também, reuniões para apresentação dos protocolos estabelecidos pela OMS à Companhia Docas do Pará –CDP, Cargill, Capitania Fluvial de Santarém e ao Destacamento de Controle de Espaço Aéreo.

O Decreto determina a suspensão do período de férias dos profissionais de saúde, assistência social e defesa civil nos meses de abril e maio. Na UPA 24h fica criada uma sala de coleta específica para o atendimento de pacientes com sinais de gravidade de sintomas respiratórios.

Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está autorizada a editar atos normativos complementares à execução do Decreto. Foto-Mauro Nayan

O Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) é a unidade de saúde pública referência para o tratamento de casos graves da doença. De acordo com a diretora do 9º Centro Regional de Saúde (9ºCRS/Sespa), Marcela Tolentino, o hospital disponibilizou dois leitos de UTI e o 4º andar já está sendo preparado para atender possíveis casos.

O município dará suporte em relação ao tratamento de casos considerados leves.

Suspensão de aulas e demais eventos      

Nesse momento está descartada a suspensão das aulas na rede pública municipal. “É uma medida que na atual situação, onde não há caso confirmado no município, está fora do Decreto, porque é para ser tomada no momento em que você tem a certeza que o vírus está circulando no estado ou na cidade. Hoje, nós não temos cientificamente, nenhum dado de que o coronavírus já esteja circulando no estado do Pará e no município de Santarém. Portanto, hoje, essa medida não cabe, é uma medida de bloqueio, para evitar a transmissão do vírus”, informou Nélio Aguiar.

Atividade turística

A Prefeitura monitora a chegada de navios trazendo turistas de outros países que chegam em Santarém. Segundo Nélio, existe toda uma fiscalização e o município segue protocolos da autoridade nacional de saúde pública.

Marcela Tolentino, diretora do 9 CRS/Sespa: "Hospital Regional é referência no tratamento de casos graves do coronavírus". Foto-Mauro Nayan

“A iniciar pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária [Anvisa]. Assim que eles chegam ao Brasil eles são abordados. Quando chegam em Belém também passam por fiscalização e o mesmo acontece quando chegam em Santarém. Por meio da Declaração de Saúde Marítima, as autoridades atestam que não há entre passageiros e tripulantes casos suspeitos de coronavírus. Somente com essa declaração é autorizado o desembarque de passageiros”, reitera.

No site oficial da Prefeitura foi disponibilizado um link com informações sobre a possível manifestação do coronavírus no estado do Pará e em Santarém, além de informar a população sobre o trabalho que já começou a ser realizado pelas equipes de saúde pública e demais órgãos.

 

 

Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais:
Facebook: https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

Samuel Alvarenga Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação