Notícias

Atualizado em 30/11/2019 às 16h08

Mais de 1,6 mil imóveis são visitados no Livramento no 'Dia D' de Combate à Dengue

Edvan Lopes e Agentes de Endemias durante abordagem a morador do LivramentoO bairro Livramento recebeu, nesta sexta-feira (29), 64 Agentes de Endemias e 4 Agentes comunitários de Saúde durante a ação do Dia D de Prevenção e Combate à Dengue. 1.697 imóveis foram visitados. A ação ocorreu no bairro devido ao alto índice de infestação predial, com 5,455.

A Agente de Endemias do Jardim Santarém, Maria do Socorro Monteiro, que também atua nos bairros da Esperança e Aeroporto Velho, apontou o principal problema para o aumento da infestação predial: são os cuidados com caixas-d’água. “Nós somos Agentes de uma determinada área, mas temos a consciência de que temos um compromisso com Santarém, por isso sempre que somos chamados para atender outras áreas, participar de outras ações para combater possíveis focos do mosquito e foi o que fizemos aqui no bairro do Livramento, eliminamos e tratamos focos. Os focos mais encontrados foram relacionados a caixas-d’água semiabertas, com tempos sem fazer a limpeza. Todos os moradores receberam orientações quantos aos cuidados que devem ter para o combate do mosquito”, explicou.

Jacknilson Macedo da Costa, supervisor das áreas de atuação do Livramento, São José Operário, Uruará e Santana, falou sobre a ação. “Devido ao Lira, que é o Levantamento do Índice Rápido que detectou uma incidência alta aqui no bairro Livramento e a gestão municipal entendendo que é um problema sério para saúde do município. Os reservatórios são os maiores problemas, sabemos que por conta da falta de água, muitas pessoas acondicionam a água em caixas-d’água e em outros reservatórios e não se preocupam com esse acondicionamento, geram assim focos do mosquito”, destacou.

Jacknilson da Costa, supervisor das áreas de atuação do LivramentoJacknilson falou ainda que o trabalho que foi desenvolvido no dia D com a sensibilização dos moradores para os cuidados que devem ser com os reservatórios de água, ajudarão a diminuir os índices apresentados no final da visita. Disse ainda que o morador ainda não se conscientizou que no limite de sua residência o principal responsável para a manutenção da área limpa para evitar os focos do mosquito, é do próprio morador.

O coordenador do programa da Dengue em Santarém, Edvan da Silva Lopes, avaliou como positiva ação do Dia D no Livramento. “O trabalho foi bem programado, divulgamos bastante aqui na comunidade, todos os Agentes responderam ao nosso chamado, juntamente com os ACS da área, agradecemos a associação que foi nossa parceria e nos cedeu o barracão para fazermos nossa base para a logística, que foi de grande importância, e hoje eliminamos vários focos, impossibilitando a proliferação do mosquito, que iriam trazer o agravo que é a Dengue. Mesmo com o aumento para 6,48%, conseguimos fazer esse trabalho que com certeza contribuirá para diminuir essa incidência, pois orientamos os moradores e eliminamos esses focos”, detalhou.

Os trabalhos de vistas domiciliares para o monitoramento continuarão, não só no Livramento, mas em todas os bairros, dos 14 estratos epidemiológicos.

Agentes inspecionaram mais de 1,6 mil imóveis no Livramento.

Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais:
Facebook: https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

Tadeu Pinho Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação