Notícias

Atualizado em 07/11/2019 às 19h55

Empreendedores buscam informações e formalização na campanha 'Negócio Legal' 2019

Promover a formalização de novos empreendedores e regularização de empresas, além de fomentar a geração de novos negócios. Esse são objetivos da 3ª edição da Campanha Negócio Legal, que iniciou nesta quinta-feira (07), em Santarém. O evento conta com palestras, oficinas e consultorias gratuitas. A campanha é uma realização da Prefeitura de Santarém e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em parceria com Conselho Regional de Contabilidade do Pará CRC/PA – Delegacia de Santarém, Associação dos Contadores do Oeste do Pará – VoxContábil e instituições bancárias.

As palestras acontecem no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed). No local é possível saber informações sobre o passo a passo para formalização do MEI; emissão da nota fiscal para o setor de serviço e para o comércio; como e quando contratar serviços contábeis para a empresa, dentre outros temas pertinentes na área de empreendedorismo.

Já na Sala do Empreendedor, integrada na Central de Atendimento ao Contribuinte (CAC), uma equipe realiza a formalização de empreendedores e regularização de empresas. No auditório da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social – (Semtras), é possível obter informações sobre linhas de microcrédito para MEI's.

“O mutirão do microcrédito é justamente para esclarecer dúvidas e orientar aquelas pessoas que desejam empreender de forma segura, crescer e ter sucesso na atividade como MEI. As instituições bancárias que apoiam nossa campanha oferecem taxas de juros bem baixas. Se o crédito for aprovado, o empreendedor pode empregar o dinheiro no seu negócio, como na compra de equipamentos para salão de beleza, máquina de costura e fazer outros investimentos. Isso com certeza vai facilitar para o empreendedor e trazer maior geração de renda”, explicou a coordenadora do mutirão do microcrédito, Rosemary Fonseca.

A empreendedora Adriana de Carvalho presta serviços de produção de vídeos há mais de 20 anos e não havia regularizado a empresa por causa de alguns impedimentos. Para ela, a formalização é muito importante, já que vai trazer vários benefícios, como possibilidade de contratação, emissão de nota fiscal e legalização da atividade.

"Eu sempre participei das palestras do Sebrae, porém nunca me enquadrava no perfil do MEI, pelo fato de estar trabalhando de carteira assinada e ligada ao serviço público. Como agora eu me ausentei das duas atividades eu vou poder legalizar, para que a gente possa também, além de contratar um profissional, emitir nota fiscal de forma legal perante o governo e as empresas que a gente presta serviços. Legalizar, realmente, é o melhor negócio, viver de forma informal nunca foi bom, por isso acho que a legalização é de fato muito importante", argumentou.

A professora de Educação Física Rafaela Vasconcelos e Oliveira decidiu empreender na área de beleza e estética, por isso veio em busca de informações para garantir o sucesso do seu negócio.

"Foi muito importante receber as orientações durante as palestras para saber como funciona todo o procedimento e como eu devo atuar. Vou iniciar agora meu empreendimento, com a ajuda da minha mãe que é cabeleireira e também de uma amiga que é esteticista. Nós entramos num acordo que eu abriria o espaço e foi por isso que falei que o MEI é importante. Como eu estou começando agora essas orientações são muito válidas".

Mais de nove mil microempreendedores formalizados em Santarém

De acordo com o analista técnico do Sebrae Baixo Amazonas - Unidade Santarém, Randolfo Veiga, atualmente, Santarém tem 9.123 microempreendedores formalizados. “O perfil do MEI é para aquelas pessoas que trabalham por conta própria ou pretendem abrir um negócio e se necessário pode ter um funcionário e o faturamento anual não pode ultrapassar R$ 81 mil reais (bruto), que mensalmente dá em torno de R$ 6.750,00. Durante as palestras falamos sobre as vantagens de se formalizar, plano de negócios, documentação necessária, o perfil para ser MEI, atividades permitidas, obrigações do microempreendedor, enfim orientamos como é feito todo o processo para tornar-se um Microempreendedor Individual", pondera.

Para a delegada do Conselho Regional de Contabilidade do Pará - Unidade Santarém, Neusa Martins, o profissional da área contábil é essencial para auxiliar o empreendedor na abertura do negócio. “A importância é porque o contador pode orientar em vários aspectos: no financeiro, na área contábil, na parte trabalhista e tributária. Então, ele é primordial numa empresa seja ela grande, média ou até pequena como MEI. Pela legislação, o MEI não é obrigado a ter um contador, porém é necessário que ele tenha se quiser crescer. O contador pode ajudar o gestor a fazer as melhores escolhas para sua empresa", ressaltou.

Nesta sexta-feira (08) é o último dia da Campanha Negócio Legal 2019. Confira a programação completa.

08/11/2019
Palestras
Local: Auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed).
Endereço: Av. Dr. Anysio Chaves, nº 712 - Bairro Aeroporto Velho.
9h – Palestra: Passo a passo para formalização do MEI
Ministrante: Randolfo Veiga / Analista Técnico do Sebrae.
10h – Palestra: Como emitir nota fiscal para o setor de serviço e para o comércio.
Ministrante: Atais Oliveira / Contadora- VoxContábil.
11h – Palestra: Como e quando contratar serviços contábeis para a minha empresa.
Ministrante: Neusa Martins / Delegada do CRC

Mutirão Microcrédito
08/11/2019
Horário: 9h às 17h.
Local: Auditório da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social – (Semtras).
Endereço: Av. Sérgio Henn, 838, Aeroporto Velho, próximo à prefeitura.
Objetivo: Viabilizar oportunidade de negócios, através da liberação de créditos bancários.
Atividades: Palestras e atendimentos
Documentos necessários: RG, CPF, comprovante de residência, CNPJ (Pessoa jurídica).

Formalização de empreendedores e regularização de empresas
Dia: 08/11/2019
Hora: 8h às 17h
Local: Sala do Empreendedor, localizada na Central de Atendimento ao Contribuinte (CAC).
Endereço: Avenida Sérgio Henn, nº 829, bairro Aeroporto Velho, próximo à Prefeitura.

Documentação necessária para formalizar o empreendimento como MEI:
Carteira de Identidade (RG); Cadastro de Pessoa Física (CPF); recibo de entrega da última declaração do Imposto de Renda Pessoa Física, se houver; título de eleitor; telefone de contato; comprovante de endereço residencial; comprovante de endereço comercial, onde a atividade será desenvolvida.

Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais:
Facebook: https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

Gleicy Lira Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação