Notícias

Atualizado em 17/09/2019 às 18h00

Escola, comércios e restaurantes de Ponta de Pedras, no Eixo Forte, recebem intervenções ambientais

A manhã desta terça-feira (17) foi marcada por intensas ações de conscientização ambiental na Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Senhora das Graças, assim como nos comércios e restaurantes da praia de Ponta de Pedras. As ações são de iniciativa da Prefeitura de Santarém, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) e Centro Municipal de Informação e Educação Ambiental (CIAM).

A programação iniciou-se na escola através do Projeto Sala Verde, que leva conscientização ambiental às crianças ao mesmo tempo em que as divertem através de jogos, brincadeiras e desenhos educativos. As crianças assistiram a uma animação lúdica que ensinava sobre a preservação ambiental através dos 3 R (Reduzir, Reutilizar e Reciclar) e logo em seguida seguiram para a trilha ecológica, jogo pedagógico, desenvolvido pelo CIAM, que ensina sobre a preservação do meio ambiente conforme o jogo avança.

“A gente fica muito feliz por ter essa parceria da Prefeitura com a escola, porque o projeto Sala Verde ajuda muito a levar esse tema de preservação ambiental às crianças de uma maneira divertida e isso as torna elementos multiplicadores dessa causa, levando o assunto pra dentro de casa e alcançando os pais também”, relatou a professora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Senhora das Graças, Clenilda Mafra.

Logo após as atividades na escola, os agentes ambientais seguiram para os comércios e restaurantes da praia de Ponta de Pedras. Durante a ação, explicaram que queimada é crime ambiental e orientaram como denunciar esse e outros tipos de crimes como a poluição sonora, além de entregar folhetos com o contato da Semma e do Núcleo Integrado de Operações (Niop) para possíveis denúncias.

Para a agente ambiental, Josilene Leão, ações como essas são fundamentais para a preservação ambiental. “Uma vez que essas ações esclarecem para a população que poluições ambientais como queimadas, poluição sonora, entre outras são crimes ambientais e tais crimes prejudicam o meio ambiente desta e das futuras gerações, as pessoas evitam poluir o meio ambiente e também ajudam os órgãos competentes, como a Semma, denunciando quando ocorrem crimes dessa natureza", argumentou. 

Masih Saldanha Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação