Notícias

Atualizado em 12/07/2019 às 9h47

Seminário aborda a importância da produção de dados para o Turismo

Prefeito Nélio Aguiar durante Seminário de Turismo (Foto: Mauro Nayan)A produção de dados sobre o turismo é responsável em nortear as políticas públicas para esta importante área, que nos anos de 2017 e 2018 gerou mais de R$ 300 milhões em receita para o município de Santarém e trouxe mais de 440 mil turistas. As variantes sobre o turismo, a metodologia sobre a produção de dados e a importância de estudos técnicos foram discutidas em um seminário, com a presença de estudantes, atores que fazem o turismo local, além do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e Prefeitura de Santarém.

Essa é a quarta vez que Santarém recebe o Seminário sobre a Produção de Dados em relação ao Turismo no Pará e no Brasil. O estatístico da Setur, Admilson Alcântara, explica como funciona a metodologia em relação às informações aplicadas.

"O Ministério do Turismo apresenta como proposta de harmonização da produção de dados das estatísticas do turismo no Brasil um elenco enorme de metodologias que são aplicadas pela pasta e são utilizadas pelo Governo do Estado e que têm sido implementadas através da Secretaria de Turismo de Santarém e, também, em municípios da região do Tapajós", informa o servidor.

Os dados apresentados neste seminário, realizado nesta quinta-feira (11), no auditório do Centro Municipal de Informação e Educação Ambiental (Ciam), expuseram a realidade da atividade turística, geradora de emprego e renda, frente a atual conjuntura econômica.

"A conjuntura econômica nacional – com o endividamento das famílias, juros altos e taxas cobradas – vêm impactando de uma certa forma no turismo. Apesar das dificuldades no país, o estado do Pará fechou o ano de 2018 com aproximadamente 1,024 milhão de turistas, injetando na economia em torno de R$ 700 milhões, empregando diretamente em torno de 60 mil pessoas. O turismo é negócio, precisa de investimentos e dados para o planejamento", garante Admilson.

Secretário de Turismo Diego Pinho durante explanação (Foto: Mauro Nayan)Segundo o economista do Dieese, Roberto Sena, o potencial turístco de Santarém é altíssimo. Segundo o profissional, em 2019, o Pará deve receber 1.049.125 turistas. Desse total, a expectativa é que 20% dirija-se a Santarém. 

"Dos municípios paraenses, Santarém é talvez hoje um dos principais, senão o principal destino do turista. Santarém e, principalmente, Alter do Chão são referências nacionais. Então, à medida que o tempo avança e há mais investimentos nessa área, existe o retorno econômico e uma imagem positiva em relação à receptividade e como o turista observa o município", analisa.

Santarém: referência na produção de dados sobre o turismo no Pará

A organização e sistematização de dados sobre o turismo em Santarém foram citadas durante as explanações. "Nesse cenário, nós destacamos a importância e o destaque de Santarém como um dos municípios piloto de produção de dados e avanço nessa produção, harmonizados com as estatísticas estaduais e nacionais. Santarém e a Secretaria Municipal de Turismo estão de parabéns, porque têm feito o dever de casa nessa produção, inclusive, agora, apresentando esse recorte do movimento de turistas, a receita gerada e o impacto na economia local", pondera Admilson.

O recorte citado pelo estatístico é o Boletim do Observatório do Turismo do ano de 2018, apresentado pelo titular da pasta, Diego Pinho. O boletim é um banco de dados completo, organizado, produzido e sistematizado pela Semtur. As informações permitem uma visão detalhada da ofertada turística e da infraestrutura básica disponível, além de apresentar um diagnóstico dos turistas, onde se consideram: fluxo de pessoas; receita turística; perfil como gênero; faixa etária; local de origem e outras informações relevantes.

A produção de dados, segundo o prefeito Nélio Aguiar, é essencial para planejar de formar coerente as ações do município. "Não dá pra fazer turismo na base do achismo. Temos que ter informações corretas e trabalhar na produção de dados para, posteriormente, saber onde empregar os recursos públicos", reitera o gestor.

Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais:
Facebook: https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

Samuel Alvarenga Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação