Notícias

Atualizado em 27/06/2019 às 8h59

Centro Histórico de Belterra e Flona do Tapajós recebem jornalistas de TV portuguesa

Os Jornalistas na Vila Mensalista no Centro Histórico de Belterra (Foto: Júnior Aguiar)Localizado na Região Metropolitana de Santarém, no oeste paraense, o município de Belterra, fundado na década de 1930, ainda possui características importantes da arquitetura norte-americana na Amazônia. Aliada a Floresta Nacional do Tapajós (Flona do Tapajós), Unidade Nacional de Conservação Federal, criada em 1974 tornam a cidade um extraordinário Destino Turístico do Polo Tapajós.Com uma história rica e pela exuberante Floresta a cidade recebe visita do mundo inteiro.

Nesta quarta-feira (26), a equipe do Programa Giro da TV Record Internacional, acompanhada por técnicos da Secretaria Municipal de Turismo de Santarém de Santarém (Semtur), do Canal do Youtube "Turismo Aqui" e da Secretaria de Estado de Turismo do Pará (Setur) estiveram na Flona para conhecer as potencialidades turísticas da cidade.quipe da TV Recorde Internacional em entrevista no Bosque da Seringueira (Foto: Júnior Aguiar)

A primeira parada foi a visita na Vila Mensalista, onde a equipe do programa europeu, conheceu como era o modo de vida da sociedade da época. As moradias da Vila abrigavam os funcionários do segundo escalão da Companhia Ford. A Mensalista marca o início da Estrada 1, onde também se localiza a Prefeitura Municipal de Belterra, é o local que retrata muito bem as casas do estilo americano, onde ainda moram pessoas que tem uma íntima relação com a história.

O segundo ponto turístico a ser visitado foi Bosque das Seringueiras, que preserva ainda, os seringais da época do ciclo da borracha, que possui uma área de 400 metros quadrados, onde a cidade mantém viva a história da exploração do látex. Os turistas do mundo inteiro visitam Belterra, mas os americanos e canadenses são os que mais frequentam o município, por conta de sua proximidade com a história.

A jornalista e apresentadora Mafalda Magrini e o repórter cinematográfico Virgílio Parma vistaram o Centro de Memória, onde tem a salvaguarda dos conteúdos históricos sobre o município. O prédio que abriga o Centro na época do "Ciclo da Borracha" abrigava a "Casa dos Médicos", que servia de moradia para os profissionais da saúde que trabalhavam no hospital de Belterra. A "Casa" foi o primeiro prédio restaurado por meio de Projeto envolvendo a Prefeitura Municipal de Belterra, Instituto Butantan, Organização de Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) e AmaBrasil, em 2010.Gravação do Programa Giro na Comunidade Maguary na Flona do Tapajós (Foto: Júnior Aguiar)

Após a visita no Centro Histórico de Belterra a equipe esteve nas comunidades tradicionais da Floresta Nacional do Tapajós (Flona do Tapajós), que gerida pelo ICMBio, instituição pública federal, que tem como missão a proteção ao patrimônio e a promoção do desenvolvimento socioambiental, que desenvolve suas atividades nas diretrizes do Plano de Manejo junto as comunidades tradicionais da Flona, que possibilita o acesso e promoção do uso sustentável dos recursos naturais pelo moradores da unidade, que encontra no Turismo de Base Comunitária, uma importante referência do uso sustentável da Floresta.

A equipe do programa da TV europeia conheceu as principais atividades das Comunidades da Flona do Tapajós, como a extração do látex, extração de óleos para fins medicinais e estéticos, produção de biojóias e comunidades que vivem de receptivos de turistas, como as comunidades de Maguari e Jamaraquá.

Belterra está localizada a 45 km do centro urbano de Santarém, pela rodovia federal BR-163, e possui uma boa infraestrutura turística para receber visitantes e turista durante o ano todo. Nesta quinta-feira, a equipe conhecerá Alter do Chão, onde visitarão a ilha do Amor, percorrerão a trilha da Serra Piraoca, e farão um River Tour, no Igarapé do Macaco e Floresta Encantada.Centro de Memória de Belterra (Foto: Júnior Aguiar)

Tadeu Pinho Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação