Notícias

Atualizado em 26/06/2019 às 9h05

TV Record Internacional visita Atrativos Turísticos Urbanos e de Base Comunitária em Santarém

Programa Giro de Portugal no Mercadão 2000 (Foto: Júnior Aguiar)Os jornalistas Mafalda Magrini e Virgílio Parma do programa Giro da TV Record internacional, da cidade de Lisboa, em Portugal, visitaram nesta terça-feira (25), importantes Atrativos Turísticos Urbanos e a comunidade do Canal do Jari, na região de Várzea em Santarém, Pará. A comunidade desenvolve o Turismo de Base Comunitária, com o cultivo da planta aquática Vitória-régia, de onde produz derivados como farinha, chips, salgados, dentre outras.

O programa europeu iniciou sua visita no Mercadão 2000, local que abriga uma diversidade de produtos da agricultura que abastecem toda a região. Inaugurado em 1985, o Mercadão foi construído para dar destaque ao turismo por sua grande produção agrícola que agregaria as comunidades da zona rural e suas culturas. Os jornalistas conversaram com os vendedores (agricultores) para adquirirem conhecimentos, com a intenção de levar aos telespectadores do programa curiosidades sobre a produção da agricultura santarena, dentre eles o "Piracuí" - farinha do Peixe (tambaqui, acari, tucurané) bastante utilizada na cozinha santarena sob a forma de bolinhos, tortas, omeletes, vatapá e simplesmente em farofas com banana, mexido com ovos e outros pratos nutritivos e saborosos.

Cinegrafista Vírgilio Parma registrando o Boto do Rio Tapajós na Feira do Peixe (Foto Júnior Aguiar)Após a visita ao Mercadão, o Programa Giro gravou cenas na Feira do Peixe, que contêm uma grande diversidade de espécies de peixes, pescados pelas comunidades ribeirinhas e pelos pescadores da área urbana, todos vinculados à Colônia de Pescadores da Z-20. Na oportunidade, os jornalistas gravaram as performances dos Botos que sempre brincando nas águas do Rio Tapajós, se mostrando para visitantes e turistas da Feira do Peixe.

O Centro Cultural João Fona foi outro Atrativo Turístico visitado. O Centro está localizado na Praça Barão de Santarém, no Centro da cidade. A construção deste prédio seguiu as plantas arquitetônicas do Major Engº Pereira Sales. Teve seu início em 1853, sendo concluído em 1867 e inaugurado em 1868. O estilo do prédio é colonial brasileiro, embora tenha sofrido pequenas alterações em 1926, com o intendente Coronel Joaquim Braga. O prédio, que abriga o Centro, foi totalmente reformado e restaurado, mas foram mantidos seus traços e características originais. Este importante equipamento de nossa cultura está preservado, para garantir à geração atual e as gerações futuras de santarenos o conhecimento sobre nossa rica história. Uma grande parte da história de nosso Município concentra-se no Centro Cultural João Fona. Ele é o segundo prédio mais antigo de Santarém, o primeiro é a catedral de Nossa Senhora da Conceição. O prédio já sediou os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário do Município. Patrícia, coordenadora do Centro Cultural João Fona recebendo equipe (Foto: Júnior Aguiar)

No Centro estão expostas milhares de peças arqueológicas: peixes fossilizados, beijus de mandioca, restos de sambaqui, peças inteiras e fragmentos de cerâmicas de várias culturas e diversas fases, produzidas artisticamente pelas tribos indígenas que habitaram Santarém. Além do material arqueológico, estão expostas também, várias peças de artesanato indígena, imagens sacras esculpidas em madeira, jornais, livros e móveis utilizados na antiga Câmara, dentre outras.

O passeio da manhã, se encerrou no Cristo Rei - Centro de Artesanato do Tapajós, onde conheceram a produção dos Artesãos de Santarém, serviços da Gastronomia, dentre outros serviços do centro. Os Jornalistas gravaram nos estandes das Famílias Tradicionais santarenas, Trançados do Arapiuns, Flona do Tapajós, Cuias Bordadas do Aritapera e outras.Programa de TV conhecendo o Trançados do Arapiuns (Foto: Júnior Aguiar)

A tarde, o programa europeu visitou o Canal do Jari, distante da área urbana de Santarém cerca de 23 km, 2 horas de barco motor e aproximadamente 30 minutos de lancha. O canal Jari localiza-se a noroeste da cidade Santarém. O mesmo representa uma região de grande beleza natural, através da qual as águas barrentas do Amazonas são lançadas de encontro às águas esverdeadas do Tapajós, compondo um cenário exótico, com um ecossistema próprio que encontrou na planta aquática amazônica, a Vitória-régia, um meio de desenvolver o Turismo de Base Comunitária, pois hoje recebe um número considerável de visitantes para conhecer a produção dos derivados da Planta.Mafalda e dona Dulce no jardim de Vitórias-Régias no Canal do Jarí (Foto: Júnior Aguiar)

O City Tour foi acompanhado pelo secretário municipal de Turismo, Diego Pinho, e equipe de técnicos da Secretaria Municipal de Turismo (Semtur) da Prefeitura de Santarém, do técnico da Gerência de Promoção da Setur, Gustavo Gurgel e do apresentador do programa "Turismo Aqui", Emanuel Júlio Leite.

Nesta quarta-feira (26), a equipe irá fazer visita na Floresta Nacional do Tapajós (Flona/Tapajós)Apresentadora Mafalda conhecendo a produção do Piracuí (Foto: Júnior Aguiar)Mafalda gravando programa Giro na Feira do Peixe (Foto: Júnior Aguiar)

Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais:
Facebook: https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

Tadeu Pinho Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação