Notícias

Atualizado em 06/06/2019 às 17h27

Chefs do Cozinha Tapajós se encantam com variedades de produtos do Mercadão 2000


Saulo Jenning e os Chefs do Cozinha Tapajós em visita ao Mercadão 2000No segundo dia de programação do Projeto Cozinha Tapajós, os Chefs visitaram na manhã desta quinta-feira (06), dois atrativos turísticos muito importantes da área urbana de Santarém, a Feira do Peixe, que comercializa uma grande variedade de espécies e o Mercadão 2000, que abriga uma diversidade de produtos da agricultura do município. Os profissionais de referência da gastronomia brasileira foram até os locais para selecionar ingredientes para o preparo de pratos que serão apresentados nesta sexta e sábado na Praça 7 de Setembro em Alter do Chão.

O Chef da cozinha mineira, Flávio Xapuri, entusiasmado, manifestou sua admiração pela relação do processo de desenvolvimento da gastronomia brasileira desde a produção das comunidades até chegar na mesa do consumidor que gera dignidade para toda a cadeira produtiva da culinária brasileira.

Leia também:

Chef da cozinha mineira, Flávio Xapuri, observando a movientação dos Botos na Feira do Peixe"Minas Gerais e o Pará, hoje, apesar de terem produtos totalmente diferentes, regiões diferentes, biomas diferentes, produtos diferentes, mas tanto para um quanto para outro, e para o Brasil, tem na gastronomia uma ferramenta de transformação social. O que a gente viu ontem é o que a gente vê lá em regiões como a Canastra, com o queijo. Eu vejo o resgate de dignidade para cadeira produtiva como um todo, pois a gastronomia não é somente um restaurante de alta culinária, ela começa lá no ribeirinho, no campo quando o homem começa a plantar e a gente vê que isso tem dado certo. Permeia pela cultura, educação, turismo e o Brasil com a gastronomia passou a enxergar isso e perder o que eu costumo dizer, o que Nelson Rodrigues dizia na década de 50 que é a síndrome do "vira-lata", que é valorizar o que é dos outros e menosprezar o que é nosso. Aqui vemos o quanto é rica e diversa a nossa cultura brasileira, as nossas tradições, os nossos produtos, que homem não precisa sair de sua terra natal para obter sucesso. Então isso é muito impactante e estou levando essa lição e espero trazer experiência para que juntos, possamos chegar em um patamar que a nossa gastronomia mereceu estar", destacou Flávio. 

Para Saulo Jennings, idealizador do Cozinha Tapajós, a visita na Feira do Peixe e no Mercadão 2000 é a forma de mostrar aos chefs como as comunidades se organizam para oferecer seus produtos em um único local, facilitando o acesso ao consumidor. Na ocasião puderam comparar os produtos da região com os da região ondem moram. "O Mercadão 2000 e a Feira do Peixe são responsáveis pela união de todos os produtos que chegam até o consumidor. Aqui é o acesso que as pessoas têm para adquirir esses produtos. Esses espaços são importantes nesse processo, porque ir até as comunidades é muito inviável, e aqui encontramos toda a produção do homem do campo. Os Chefs conheceram a nossa farinha, o peixe, o hortifrúti, as ervas, as castanhas, essa é a concentração realmente dos produtos da nossa região. Eles estão muito satisfeitos com o que estão vendo, conhecendo ingredientes que ainda não tinham conhecimento, produtos que no primeiro contato são parecidos, mas são diferentes, a exemplo da chicória que lá é uma coisa, aqui é diferente, capim-limão é de uma forma, o daqui é outra, aqui é alfavaca, lá é manjerona, e essa percepção da diferença é muito importante para gente", explicou.Chef mineiro Rodolfo Mayer

O também renomado Chef mineiro Rodolfo Mayer ficou surpreso com a diversidade e a qualidade dos produtos no Mercadão 2000. "Primeiramente estar aqui com o Saulo, que é uma referência do Norte, quando se fala em gastronomia, que tem uma sensibilidade incrível, isso transforma a gente. Trazer um aprendizado para esse público é fácil, é o que fazemos no dia a dia, mas o que Santarém vai trazer para gente é o que é difícil de achar. Nesse pouco tempo que estamos aqui já sentimos uma sensação de resgate, de vida, de realização, de viver o que temos e não buscar o que não temos. Chegamos no Mercadão 2000 e percebemos a quantidade de quintais que tem aqui, é muito diferente do que temos nos grandes centros que os produtos são industrializados, e essa diferença percebemos na fruta, no legume. Vemos ovos de todas as cores, cheiros de temperos muitos frescos que é muito diferente, as frutas cada uma com suas características e formato próprio e isso demonstra muita qualidade e hoje a qualidade é isso, já passamos por um momento que a comida bonita industrializada era qualidade, só que agora buscamos essa qualidade nos produtos mais naturais possíveis" descreveu.

"Estamos muito satisfeitos com a visita dos Chef's que vieram para O Cozinha Tapajós, percebemos o encanto que a nossa cultura gastronômica gera em cada local que Eles visitam, isso é importante para o nosso turismo, pois esse sentimento que os Chefs estão transmitindo em tempo real em suas redes sociais, temos a certeza que é uma garantia de motivar seus seguidores, amantes da gastronomia das diversas regiões brasileiras, virem conhecer a gastronomia do Tapajós", foi o que observou o secretário de Turismo da Prefeitura de Santarém, Diego Pinho.Visita no Mercadão 2000

A tarde desta quinta-feira (6) segue com uma palestra no Auditório do Anfiteatro da Selva, no Restaurante A Casa do Saulo, com o tema: O desenvolvimento Sustentável da Amazônia através da Gastronomia e do Turismo, as 15 horas.

Nos dias 07 e 08 de junho o Projeto Cozinha Tapajós terá a seguinte programação:

Dia: 07 de junho de 2019 - (sexta – feira)
8h - Saída dos chefes da Pousada Vila Alter rumo a Santarém
10h às 12h - IMERSÃO NO JARI
12h - ALMOÇO NA COMUNIDADE
14h0 às 18h30 – Pré-Preparo das Aulas show
19H - ABERTURA OFICIAL DO EVENTO AO PUBLICO (Alter do Chão).
Local: Praça 07 de setembro
Apresentação musical e abertura oficial
AULAS SHOW - CADA AULA 40 MINUTOS.
1 – Paulo Yoller
2 – Rodolfo Mayer
3 – Flávio Xapuri
Encerramento com apresentações artísticas

Dia: 08 de junho de 2019 – (sábado)
9h - Saída da Pousada Vila Alter
9h30 – Imersão na comunidade de Aramanaí
10h – Treinamento no Restaurante da Dona Socorro.
12h30 – 13h30 - ALMOÇO NO ARAMANAI
14h30 às 18h30 – Pré Preparo das Aulas show
Local: Praça 07 de setembro
Inicio: 19h
AULAS SHOW - CADA AULA 40 MINUTOS.
1 – Ivo Faria
2 – Dani Dahoui
Encerramento com apresentações artísticas

Tadeu Pinho Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação