Notícias

Atualizado em 31/05/2019 às 17h09

Prefeitura realiza ações que incentivam o combate ao tabagismo


Programações ocorreram na UBS Maicá e CAPS ADNo Dia Mundial sem Tabaco, comemorado hoje, 31 de maio, a Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realizou programações especiais para lembrar a data.

Uma das programações ocorreu na Unidade Básica de Saúde (UBS) Maicá. Foram realizadas palestras educativas, sensibilização do público usuário de tabaco e adesão de novos pacientes ao Programa de Controle e Combate ao Tabagismo da Semsa.

Segundo a gerente da UBS Maicá, enfermeira Ivana Pimentel, a programação foi um momento de trocar experiências e discutir os desafios para quem deseja parar de fumar. "Parar de fumar, às vezes, é uma escolha difícil. A abstinência é um grande problema enfrentado pelos fumantes e o apoio da família, nessas horas, é fundamental", ressalta.

A UBS Maicá trabalha há cerca de 3 anos com grupos de fumantes. Segundo Ivana Pimentel, o grupo não é fechado e para participar a pessoa só precisa ter iniciativa, mostrando interesse e solicitando sua inclusão. "Neste Dia Mundial sem Tabaco, nós conseguimos formar um novo grupo com 12 pessoas que desejam parar de fumar e vamos dar a eles todo o apoio necessário para que consigam esse objetivo", conta com alegria a enfermeira. 

A Semsa possui atualmente 61 pessoas ativas que buscam parar de fumar, em 4 grupos do Programa Municipal de Controle e Combate ao Tabagismo. Eles funcionam nas UBSs Maicá, Santarenzinho e Cipoal, e ainda no Centro de Apoio Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS Ad).Foram realizadas palestras educativas, sensibilização do público usuário de tabaco e adesão de novos pacientes ao Programa de Controle e Combate ao Tabagismo da Semsa.

Leia também:

O CAPS AD também realizou uma programação especial nesta sexta-feira (31), voltada a este público. O evento ocorreu nas dependências do Centro e contou com a participação de profissionais ligados à atenção básica do município e que atuam nos grupos de combate ao tabagismo.

Para isso, foi realizado um matriciamento, ou seja, um suporte dado por profissionais de diversas áreas especializadas com o intuito de ampliar o campo de atuação e qualificar suas ações, através de uma roda de conversa e troca de experiências entre os participantes. O objetivo foi destacar a prevenção e os cuidados junto às pessoas com dependência de substâncias como o tabaco e outras drogas viciantes, promovendo treinamento às equipes para melhor atender esse público.Equipes de saúde foram treinadas para garantir o atendimento humanizado aos usuários

Com funcionamento 24 horas por dia e em todos os dias da semana, inclusive finais de semana e feriados, o CAPS AD III 24h proporciona a atenção integral e contínua à pessoas com necessidades relacionadas ao consumo de drogas. Atualmente, o CAPS AD atende 38 pacientes ativos no seu grupo de combate ao tabagismo. Ao todo, desde janeiro de 2016 até hoje, já atendeu 544 pacientes que buscavam parar de fumar. De lá pra cá, foram 27 grupos de combate ao tabagismo formados e mais 26 de manutenção.

Como funcionam os grupos antitabagismo no município

Diversos atendimentos são ofertados aos grupos Através dos grupos, são disponibilizados aos pacientes terapia comportamental com encontros que promovem conversas individuais e em grupo; consulta médica; prescrição de medicamentos, se necessário e levando em conta o grau de dependência de cada paciente. A medicação pode ser via oral ou em adesivo, de acordo com a necessidade de cada indivíduo, após avaliação médica. Nos primeiros meses os encontros são semanais, depois passam a ser quinzenais, mensais e por último, anuais.

Os eventos deste 'Dia Mundial Sem Tabaco' desenvolvido pela Prefeitura de Santarém, destacaram os riscos à saúde ligados ao consumo de tabaco,
promovendo a aplicabilidade de políticas públicas eficazes para reduzir o consumo do cigarro, através de ações educativas.

Dados relacionados ao tabagismo

De acordo com dados divulgados pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca), o tabagismo é uma doença (dependência de nicotina) que tem relação com aproximadamente 50 enfermidades, dentre elas vários tipos de câncer (pulmão, laringe, faringe, esôfago, estômago, pâncreas, fígado, rim, bexiga, colo de útero, leucemia), doenças do aparelho respiratório (enfisema pulmonar, bronquite crônica, asma, infecções respiratórias) e doenças cardiovasculares (angina, infarto agudo do miocárdio, hipertensão arterial, aneurismas, acidente vascular cerebral, tromboses).

Há ainda outras doenças relacionadas ao tabagismo: úlcera do aparelho digestivo; osteoporose; catarata; impotência sexual no homem; infertilidade na mulher; menopausa precoce e complicações na gravidez.

Estima-se que, no Brasil, a cada ano, cerca de 157 mil pessoas morrem precocemente devido às doenças causadas pelo tabagismo. Os fumantes adoecem com a frequência duas vezes maior que os não fumantes. Têm menor resistência física, menos fôlego e pior desempenho nos esportes e na vida sexual do que os não fumantes. Além disso, envelhecem mais rapidamente e ficam com os dentes amarelados, cabelos opacos, pele enrugada e impregnada pelo odor do fumo.


Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais:
Facebook: https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

Dayse Lima Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação