Notícias

Atualizado em 17/05/2019 às 18h20

Santarém em enfrentamento ao abuso e a exploração sexual infantil


Em menção a data 18 de maio, Dia 'D' de enfrentamento ao abuso e a exploração sexual infantil, foram realizadas nesta sexta-feira (17), quatro blitz simultâneas em pontos diferentes da cidade e uma caminhada na Vila balneária de Alter do Chão. As ações tiveram como proposta fazer a divulgação do tema e levar a população informações por meio de distribuições de panfletos e paradas de carros.

A campanha é uma iniciativa da Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras), o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e o Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes (Comdca). Esse ano, a divulgação trouxe o tema #PoderSerAbuso da fundação Abrinq e levou esclarecimentos sobre a importância da proteção a crianças e adolescentes, Disque Denúncia e sobretudo sobre como identificar sinais no comportamento para saber se há algo de errado.

O Dia 'D' de enfrentamento ao abuso e a exploração sexual infantil se trata de uma mobilização nacional que teve início há 46 anos e foi instituído em decorrência do caso de violência sexual e homicídio contra Araceli Cabrera Crespo, na época com 8 anos. Araceli é hoje símbolo da campanha.

Durante a blitz, os condutores de veículos receberam panfletos com orientações para a proteção de crianças e adolescentes e o incentivo ao disque Denúncia dos Direitos Humanos, o Disque 100.

A mobilização contou com a participação de servidores da Semtras, Câmara Municipal de Santarém, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Conselho Tutelar, Secretaria de Mobilidade e Trânsito (SMT), Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdca), Delegacia da Criança e do Adolescente e apoio da Cargill.

As blitz ocorreram das 16h ás 17h em frente a Semtras; na Avenida Sérgio Henn; Praça Cohab – Avenida Curuá-Una; Rod. Fernando Guilhon; BR 163 e uma Caminhada na Vila Balneária de Alter do Chão.

A secretária municipal de Trabalho e Assistência Social, Celsa Brito esteve presente nas blitz colaborando com a divulgação da campanha. "Avaliamos este evento como de fundamental importância para a disseminação do tema. Hoje, a nossa aula é a divulgação e a prevenção com a proposta de realmente chegar a esse público o que é o abuso e a exploração infantil. Engajados com esse compromisso, necessitamos apontar diversos pontos da cidade para a propagação da campanha que traz este tema delicado. E em decorrência disso tivemos a ideia de promover várias blitz simultâneas em Santarém", exclamou Celsa.

A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdca) Roselene Andrade destacou que este ano para somar com a campanha 'Faça Bonito', da Semtras, o conselho trouxe a campanha da Fundação Abrinq #PodeSerAbuso. "Essa campanha objetiva preparar famílias e profissionais que lidam com crianças para que possam observar se as crianças ou adolescentes estão emitindo sinais que indiquem que estão sendo vítimas de algum tipo de violência."

Segundo a coordenadora da Proteção Social Especial (PSE) Adriana Encarnação, a campanha não encerra com o dia "D", ela prossegue até o fim do mês com ações em escolas e Centros de Referência de Assistência Social (Cras), na base da Polícia Rodoviária Federal, levando esclarecimentos sobre o que é violência sexual, o que é considerado abuso e exploração sexual, como identificar os possíveis sinais, como prevenir e as formas de denúncias.Atividades simultâneas ocorreram em vários pontos da cidade. Na foto, a caminhada em Alter do Chão. 

Durante a abordagem, a condutora Rosana Maria aproveitou para tirar dúvidas sobre os canais de denúncias com os técnicos da Semtras e ressaltou como é necessário ações como esta para garantir a informação dos populares sobre o assunto. "Essa é uma violência muito grave contra as crianças. Saber como agir e denunciar no testemunho desses casos é essencial e salva a vida deste ser que é tão frágil. Muitas pessoas não sabem como denunciar, e estas blitz vão orientar e alertar as pessoas contra essa violência."

Dados sobre a violação de direitos a crianças e adolescentes 
Confira a planilha com dados referentes à casos de violação de direitos de abusos e exploração de crianças e adolescentes atendidos na rede socioassistencial do Município de Santarém/PA no decorrer do ano de 2018, emitidos pela coordenadora da Vigilância Socioassistencial da Semtras, Rose Mara Jardim Ruiz.

Sobre a Campanha Faça Bonito
A campanha tem como símbolo uma flor em lembrança aos desenhos da primeira infância, além de associar a fragilidade de uma flor com a de uma criança. O desenho também tem como objetivo proporcionar maior proximidade e identificação junto à sociedade, proximidade e identificação com a causa.

O símbolo surgiu durante a mobilização do Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes de 2009. Porém, o que era para ser apenas uma campanha se tornou o símbolo da causa, a partir de 2010. Para alcançar esse objetivo, é necessário que a sociedade em geral 'Faça Bonito' na proteção de crianças e adolescentes.

Canais de denúncia
Além do canal de denúncia nacional, o disque 100, as denúncias também podem ser feitas nos três conselhos tutelares de Santarém:
- Conselho Tutelar I contato: (93) 99138-3143
- Conselho Tutelar II contato: (93) 99123-4044
- Conselho Tutelar III contato: (93) 99228-7982


Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais:
Facebook: 
https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: 
@prefeituradesantarem
Youtube:
 Canal da Prefeitura de Santarém

Geisa de Oliveira Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação