Notícias

Atualizado em 15/05/2019 às 16h54

Comunitários da região do Ituqui participam de encontro que resgata o uso de plantas medicinais


O uso de plantas medicinais como medicamento é um recurso utilizado há milhares de anos sendo o primeiro recurso terapêutico empregado no tratamento de doenças ao longo da história da humanidade. Para retomar esse conhecimento, cerca de 50 moradores de 14 comunidades da região do Ituqui, estiveram participando nesta terça-feira (14) do I Encontro de Resgate do Uso de Plantas Medicinais. O evento foi promovido pela Assessoria de Planalto da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), da Prefeitura de Santarém.

Quem nunca ouviu falar que chá de erva-doce e de camomila são calmantes e que chá de quebra-pedra faz bem para os rins? Esses, são conhecimentos medicinais utilizados por nossos avós e bisavós a partir da sabedoria empírica, que foram recuperados durante este primeiro encontro realizado na comunidade de Serra Grande do Ituqui e que contou com o apoio do Arranjo Produtivo Local (APL) da Semsa e da Pastoral da Saúde. Um dos objetivos do encontro foi manter o diálogo com os moradores da região de forma a orientar e esclarecer sobre o uso das plantas medicinais na confecção de remédios caseiros.

Na ocasião, os representantes das comunidades apresentaram mais de 30 espécies de plantas medicinais que são utilizadas por eles para tratar algumas patologias do dia a dia e expuseram seus conhecimentos sobre o uso das ervas na cura de doenças e alívio de sintomas. Durante o encontro, os comunitários passaram ainda por orientação técnica, trocaram experiências e através de uma aula prática aprenderam a fabricar a tintura - fórmula preparada, utilizando-se álcool, em que se extrai os princípios ativos das plantas medicinais.

"A cultura é algo que passa de uma geração a outra e o nosso objetivo é resgatar esses elementos essenciais da nossa cultura para que possamos valorizá-la. Estamos resgatando a credibilidade nas plantas medicinais, incentivando essas pessoas a terem essas plantas em casa. Temos ainda como proposta, implantar farmácias vivas nas Unidades de Saúde do município com todos os requisitos necessários, envolvendo vigilância sanitária, técnicos agrícolas e farmacêuticos", explicou a coordenadora da Assessoria de Planalto da Semsa, Maria Maia, que também esteve coordenando o evento.

Leia também:

Maria Maia informou que o próximo encontro está agendado para o dia 11 de junho. Na oportunidade, os participantes vão iniciar a fabricação dos remédios caseiros, através das tinturas.

As ervas medicinais, além de serem usadas para a manipulação de medicamentos em geral, também são utilizadas até hoje na formulação de cosméticos, como: xampus, condicionadores, hidratantes corporais e etc.


 

Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais:
Facebook: https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

Dayse Lima Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação