Notícias

Atualizado em 08/05/2019 às 15h52

Dia Nacional do Turismo é marcado por Projeto Turismo na Escola em Santarém

Alunos atentos a Palestra sobre TurismoNo dia em que o Brasil comemora o dia Nacional do Turismo (08/05), a Prefeitura Municipal de Santarém, por meio das Secretarias Municipais de Turismo (Semtur) e Educação (Semed) realizou mais uma etapa do Projeto Turismo na Escola, que atendeu alunos do 5º ano do ensino fundamental da Escola Municipal Rotary, do bairro Caranazal.

A programação do Projeto iniciou em sala de aula abordando as temáticas e conceitos referentes a atividade turística, onde as crianças aprenderam as modalidades de turismo que Santarém desenvolve, dentre eles o Turismo de Natureza, com suas florestas exuberantes, o Turismo de Base Comunitárias, com os saberes e fazeres da Comunidades Tradicionais e o Turismo Cultural e histórico, com seus eventos e monumentos históricos que são importantes a compreensão da evolução dos aspectos culturais da cidade.Secretário de Turismo Diego Pinho, na Praça Fortaleza do Tapajós

Após a palestra, os alunos participaram de um City Tour com uma visita nos principais Pontos Turísticos Urbanos de Santarém para que as crianças vivenciassem as sensações que os turistas têm quando visitam os Pontos Turísticos de Santarém, como informou o secretário de Turismo, Diego Pinho. "Inicialmente, apresentamos os conceitos e a importância de cuidarmos bem dos nossos pontos turísticos e mostrarmos o grande potencial que nossos atrativos possuem para quem visita a nossa cidade. Depois da palestra realizamos um City Tour levando nossos alunos para conhecer o roteiro que os turistas fazem, para sentirem as sensações que os turistas e excursionistas que vistam Santarém sentem", explicou.

Professora Maria Aurélia de Sousa Peixoto acompanhou as crianças durante o passeio turístico e comentou sobre a significância da atividadeA professora Maria Aurélia de Sousa Peixoto, falou que o Turismo na Escola contribui para que os alunos tenham a oportunidade de conhecer de perto os Pontos Turísticos que pessoas de outros países vem a Santarém conhecer. "Foi tudo maravilhoso, porque estamos mostrando tudo o que é importante em nossa cidade, nossas belezas naturais, nossos monumentos, nossas praças que tem toda uma história, que as crianças terão oportunidade de repassar para seus amigos e família, o que eles viram aqui. Muitas crianças não conheciam a Praça do Mirante, que muitos turistas vêm de longe conhecer e muitas vezes nós que moramos aqui não conhecemos, e esse projeto está possibilitando isso para os nossos alunos", ressaltou.

Ana Clara Vasconcelos ficou encantada com os artefatos históricos que conheceu durante a rota turística"Eu achei muito bom. Eu aprendi muitas coisas sobre as nossas Praças. Gostei de saber porque as águas dos rios Tapajós e Amazonas não se misturam. Porque tem áreas da cidade que não inundam. O lugar que mais gostei de visitar foi a Praça da Fortaleza do Tapajós", foi o que relatou a aluna Ana Clara Vasconcelos de Sousa.

O Bosque Vera Paz, Mercadão 2000, Feira do Peixe, Praça Tiradentes, Matriz de Nossa Senhora da Conceição, Praça do Pescador, Terminal Fluvial Turístico (TFT), Praça Fortaleza do Tapajós, Centro Cultural João Fona e Cristo Rei, fizeram parte do roteiro desta edição do Projeto Turismo na Escola.

Informações sobre a Praça Fortaleza do Tapajós.

Localizada na área central da cidade de Santarém-PA, a Praça Fortaleza do Tapajós, também conhecida como "Praça do Mirante" proporciona a população local, turistas/ visitantes, a oportunidade de contemplar de um ponto estratégico paisagens exuberantes, dentre os quais o espetáculo do encontro das águas entre os Rios Tapajós e Amazonas. Configura-se ainda como um importante elo entre o passado e presente da população santarena, uma vez que esta se revela como um cenário de fatos históricos marcantes do município de Santarém, este último fundamental para o fortalecimento da identidade do povo santareno

A Praça do Mirante foi construída em um terreno com uma pequena elevação, no qual também fora local da antiga Fortaleza do Tapajós, esta construída entre os séculos XVII e XVIII, como forma de proteger o território até então português, de possíveis invasões francesas dentre outros pontos. Além de representar simbolicamente o período de ocupação e domínio do território pelos portugueses na região, a Fortaleza Tapajós, serviu como ponto estratégico, de abrigo para os cabanos no período da Cabanagem no Pará, isso depois de encerrado a presença e domínio lusitanos na região.

Na praça podemos encontrar uma torre de observação, quiosques de alimentação, palco para apresentações culturais e recente recebeu os canhões que compõe a estrutura da praça.

Fonte: Inventário da Oferta Turística de Santarém.

Leia também:

Tadeu Pinho Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação