Notícias

Atualizado em 29/04/2019 às 15h29

Agentes ambientais participam de treinamento para restauração florestal


"Iniciativa vem auxiliar nas questões sobre a regularização ambiental das propriedades rurais do Pará"

Conteúdo aborda os principais entraves na elaboração e validação do CAREntre os dias 29 de março (segunda-feira) à 03 de maio (sexta-feira), agentes ambientais participam da capacitação "Restauração da Ecologia e Adequação Ambiental de Propriedades Rurais". O curso ocorre na comunidade Carão, região da Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns.

A oportunidade é promovida pela organização internacional sem fins lucrativos The Nature Conservancy (TNC) Brasil e o Instituto Federal do Pará (IFPA)/Campus Santarém, em parceria com a Prefeitura de Santarém/Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma).

A iniciativa vem atender a demanda regional para o alinhamento do conhecimento técnico a fim de auxiliar nas questões sobre a regularização ambiental das propriedades rurais no Pará.Curso é destinado a técnicos e especialistas que trabalham com regularização ambiental

É realizado dentro do projeto 'Soja Mais Sustentável', parceria entre a TNC Brasil e a Cargill com apoio da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Museu Paraense Emilio Goeldi e Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Semas).

O curso está destinado a técnicos e especialistas, públicos e privados, que trabalham com regularização ambiental, assistência técnica rural, elaboração de projetos de restauração, fiscalização e atividades para o cumprimento do Código Florestal Brasileiro (CFB).

O conteúdo foi construído após estudo e consulta sobre os principais entraves na elaboração e validação de Cadastro Ambiental Rural (CAR) e diagnósticos de áreas degradadas.

Além disso, definição de metodologias eficientes à construção e execução de projetos de restauração das propriedades rurais, bem como melhoria dos relatórios e monitoramento das áreas.Curso será ministrado em três diferentes módulos mensais

"É uma proposta extremamente importante para quem atua diretamente nas questões ambientais em Santarém. Poderemos ter tanto conhecimentos teóricos discutindo os assuntos, quanto a prática na experimentação vivencial", pontuou o chefe de fiscalizações da Semma, Arlen Lemos.

Leia também...

O curso será ministrado em três diferentes módulos mensais no ano de 2019. O primeiro com 4 encontros concentrados no mês de abril, o segundo com 6 encontros em maio e o terceiro com 4 encontros em junho.

Júlio César Antunes Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação