Notícias

Atualizado em 06/04/2019 às 16h49

Acessuas Trabalho abre horizontes com oficina de Empreendedorismo


Quanto mais o tempo passa mais são os desafios, e para quem tem sonhos a serem realizados a saída é buscar caminhos para alcançá-los. E foi com esse objetivo que o Acessuas Trabalho realizou durante uma semana a Oficina de Incentivo ao Empreendedorismo no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Urumari.

Vinte e cinco usuárias do Centro aproveitaram a oportunidade. Bebê no colo ou a idade avançada não foram impedimentos para as usuárias participarem e agregarem conhecimento em busca da realização de seus sonhos.

De acordo com a coordenadora do Acessuas Louise Aguiar, os temas da oficina foram: empreendedorismo, imagem pessoal X imagem profissional, autoconfiança, motivação, cooperação e trabalho em equipe. "O micro empreendedor é uma crescente em nosso município, a oferta de serviços variados vem aumentando em Santarém, mesmo diante da crise. Observamos que cada dia as pessoas buscam sair da situação de vulnerabilidade social. O nosso público está sendo incentivado a tomar conhecimento que outros usuários participantes das oficinas já alcançaram uma oportunidade e eles estão despertando para essa participação".

Louise observou que para esse encerramento o Acessuas convidou três importantes palestrantes do nicho do empreendedorismo. Ministraram: a empreendedora da Mary Kay Selni Campos, que contou sua trajetória de vida até o sucesso; o Chefe da Central de Atendimento ao Contribuinte (CAC) - Sala do Empreendedor, da Prefeitura de Santarém, Vilberto Sá que esclareceu sobre como formalizar seu negócio e a membro da Comissão Jovens Lideranças Contábeis (CJLC), a contadora Lane Cunha que palestrou sobre como trabalhar o empreendedorismo na área contábil.

"São pessoas sonhadoras e estão fora do mercado de trabalho. Percebemos que elas têm o sonho de empreender e testemunhamos que é com muita força de vontade. Elas precisam de apoio e nós como Sala do Empreendedor temos uma parceria com o Sebrae e podemos orientá-las para que possam despertar para o mercado de trabalho com tudo dentro da legalidade", pontuou Vilberto Sá.

A contadora Lane Cunha expressou sobre a conexão entre a área da contabilidade e o empreendedorismo. "A contabilidade se envolve com essa parte do empreendedorismo para contribuir esclarecendo como buscar a realização dos sonhos. As pessoas devem estar legalmente com seu CNPJ e de forma organizada buscar benefícios, elas devem começar o seu empreendimento mesmo que seja pequeno e acreditar que tudo dará certo."

"A minha história de vida também teve muitas barreiras e desafios que consegui vencer. Hoje sou uma empreendedora da Mary Kay e busco diariamente estar bem e repassar minhas experiências para quem busca a realização de um sonho", pontuou Selni Campos.

As usuárias participantes da oficina tiveram a oportunidade de contar um pouco de seus objetivos. Uma das histórias que chamou a atenção foi a de Maria Cleonice Cardoso Campos, de 48 anos, que compartilhou que para ela não existe barreiras e agora está despertando para a realização de seu objetivo. "Participei todos os dias da oficina e para mim foi uma oportunidade única. Estar aqui abrirá portas na minha vida. Eu sou uma dessas pessoas que busca alcançar um objetivo com a realização de meu sonho. Aprendi muita coisa e almejo no futuro ser uma empreendedora na área da costura. Tenho certeza que vou conseguir, pois é isso que eu gosto de fazer e pretendo adquirir habilidade seja na teoria ou na prática", afirmou a usuária.

Geisa de Oliveira Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação