Notícias

Atualizado em 04/04/2019 às 20h43

Urucurituba: reunião de trabalho levanta demandas e planeja políticas públicas para comunidades


Açõa marcou ainda a entrega de coletes salva-vidas aos moradores.O prefeito de Santarém Nélio Aguiar realizou na manhã desta quinta-feira, 4, uma reunião de trabalho na comunidade de São Ciríaco do Urucurituba, na margem direita do rio Amazonas. Da reunião, participaram ainda lideranças e moradores de outras sete comunidades daquela região: Arapemã, Campos do Aramanaí, Campos do Urucurituba, Fátima do Urucurituba, Igarapé do Costa, Piracãoera de Cima e Piracãoera de Baixo. Na oportunidade, também foi reativado na localidade o Projeto "Segurança da Navegação nas Escolas" da Capitania Fluvial de Santarém (CFS), parceria firmada por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Um público presente de aproximadamente 200 pessoas recebeu informações sobre as políticas públicas e obras planejadas e executadas pelo poder público municipal. Ao mesmo tempo que o prefeito Nélio Aguiar atendia as lideranças das comunidades, moradores participavam de palestras sobre a segurança da navegação e a obrigatoriedade do uso de coletes salva-vidas.

Nélio Aguiar destacou a descentralização das ações de gestão.Para o prefeito, as reuniões técnicas de trabalho fazem parte da dinâmica de gestão participativa e de descentralização proposta pela atual gestão municipal. "O governo mais presente e mais próximo do povo das comunidades interioranas, assim o nosso planejamento terá resultado mais eficaz. E junto com eles podemos identificar as prioridades. Juntos buscamos realizar as obras necessárias a melhor qualidade de vida dos comunitários. Elegemos no máximo três prioridades e assumimos compromissos, fica mais fácil acertamos," disse o prefeito Nélio Aguiar.

Outras reuniões já foram feitas em outras comunidades das regiões do Planalto e de Várzea. As próximas reuniões serão na região do Ituqui e Santarém Mirim. Nélio Aguiar destacou o reordenamento do planejamento do Projeto Orla de Santarém. Uma obra que vai beneficiar diretamente os moradores das regiões de rios.

"Nós entendemos que a nossa orla era excludente e precisava torná-la includente. E o projeto original da Orla não previa escadarias e os píeres. E a comunidade ribeirinha ficaria excluída. Essa é a nossa paisagem, os pequenos barcos proporcionam essa paisagem. Santarém é um município da Amazônia e ribeirinho. Agora, as grandes embarcações serão organizadas na estrutura maior do novo porto em fase de construção", explicou o gestor.

Prefeito Nélio realizou vários atendimentos.Em relação a parceria da Capitania, o gestor municipal destacou a importância do grande papel social de salvaguardar vidas com o Projeto "Segurança da navegação nas Escolas".
"O Projeto vem com êxito mudando essa cultura na nossa região de risco. Sempre destacando a importância do uso do colete salva-vidas. Parabenizamos o empenho e a parceria do comandante da Capitania, o senhor Robson Ferreira Carneiro", destacou.

Para o líder comunitário de São Ciríaco do Urucurituba, Manoel José Rego, e inédito o representante maior do governo municipal visitar a comunidade para expor as ações públicas e se colocar à disposição para ouvir as lideranças e receber as demandas locais. "A presença do Prefeito Nélio Aguiar é muito satisfatória e faz diferença, quando propõe estreitar as relações e ver de perto a nossa realidade. É mostrar compromisso de melhorar a vida dos habitantes da área rural. E ficamos felizes por novamente receber o Projeto da Capitania Fluvial de Santarém", comemorou o líder comunitário.

Comandante da Capitania Robson Ferreira Sobre Projeto "Segurança da navegação nas Escolas", reativado na Escola Municipal de Educação Infantil e Fundamental São Ciríaco do Urucurituba, o comandante da CFS, Robson Ferreira Carneiro, diz que o Projeto "Segurança da navegação nas Escolas" alcança resultados positivos e abrange públicos das áreas urbana e rural. "O maior objetivo dessa estratégia é disseminar as normas da Segurança da Navegação para crianças e adolescentes do âmbito escolar. E nessa linha, se tornarão agentes multiplicadores do conhecimento, repassando aos seus pais, familiares e amigos e assim garantindo uma navegação mais segura no presente e no futuro", informou.

As palestras oferecidas pela Capitania falam sobre a utilização dos coletes e prevenção ao escalpelamento. A estudante do 2º ano fundamental da Esc. Mun. Inf. e Fund. São Ciríaco do Urucurituba, Ana Vitoria da Silva, de 8 anos, disse que lembra da primeira vez que a Capitania Flivial esteve na comunidade. "Foi muito valioso, porque toda nossa família agora usa os coletes salva-vidas quando temos que viajar para cidade. A minha mãe é a primeira que faz lembrar. Ela diz: e os coletes vocês já vão colocar? E fico muito feliz de a Marinha distribuir mais coletes na nossa comunidade. Também aprendemos sobre os ricos de deixar o eixo do moto descoberto, disse a estudante.

Vereador Alaércio: políticas públicas.Na ação conjunta estiveram presentes os representantes da Câmara Municipal de Santarém, Alaércio Cardoso e Jandeilson Pereira. Pela Semed, a coordenadora Pedagógica de várzea, Iriane Ribeiro, a coordenadora pedagógica da região do Tapajós, Marília Gonçalves e a Assessoria de Rios, Gedalb Pereira e ainda a equipe da Coordenadoria da Comunicação. Pela Capitania Fluvial de Santarém participaram oito militares. Dentre eles, a tenente Blenda Sudário. Ela é de Fortaleza (CE), há 2 meses e meio em exercício na Instituição Militar, formada em Ciências Náuticas pelo Centro de Instrução Almirante Bráz de Aguiar (Belém/PA). E ainda da representação do grande apoiador das ações de segurança da CFS, Adonis dos Santos P. Junior da Bacia Amazônica de Práticos. "Aqui em Santarém temos essa parceria com o Comando da CFS, principalmente quando se trata de doações de coletes. Uma estratégia de preservar a vida dos ribeirinhos, que são nossos colegas de rios", disse o apoiador.

Estudantes receberam doações de coletes salva-vidas. Em 2018, foram distribuídos 1.500 coletes salva-vidas nas áreas urbanas e ribeirinhas de Itaituba e Santarém. E até o momento, mais de 200 coletes salva-vidas já foram distribuídos pelas ações.

Alciane Ayres Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação