Notícias

Atualizado em 02/04/2019 às 16h33

Mais de 200 santarenos são certificados em curso de Manipulação de Alimentos


Curso garantirá a melhora no mercado de manipulação de alimentos Garantir a qualidade dos alimentos consumidos pelos santarenos e capacitar pessoas que comercializam gêneros alimentícios na cidade, este foi o objetivo do curso de Boas Práticas de Higiene e de Manipulação de Alimentos, promovido pela Prefeitura de Santarém, por meio da Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Após o curso, que encerrou na última semana e contou com a participação de mais de duzentos alunos, a Prefeitura de Santarém realizou na manhã desta terça-feira (2), a entrega dos certificados aos participantes. A solenidade ocorreu no auditório da Casa da Cultura e contou com a presença da secretária municipal de Saúde Dayane Lima.

Secretária de Saúde Dayane Lima Ao todo, 237 novos manipuladores foram certificados e a partir de agora estão capacitados em boas práticas alimentares. "É um curso muito importante, por isso a gestão sempre apoia a sua realização, possibilitando a capacitação de pessoas que lidam diariamente com alimentos. Estamos em constante vigilância e sempre preocupados em manter nossa população saudável", garantiu a secretária de Saúde Dayane Lima ao se pronunciar durante a solenidade de entrega dos certificados.

Coordenador da Divisão de Vigilância em Saúde (Divisa) João Alberto Coelho esteve presenteA falta de esclarecimentos entre as pessoas que lidam com a higiene e manipulação de alimentos contribui de forma significativa para a contaminação, fazendo necessário adotar, através de capacitações, medidas sanitárias rigorosas na manutenção de um padrão adequado de higiene dos indivíduos que trabalham em serviços de alimentação. Por isso, a capacitação dos manipuladores faz toda a diferença para que a população possa dispor de um alimento saudável, livre de contaminação. É o que destaca Elaine Cardoso, uma das manipuladoras certificadas e que trabalha com a confecção de suco detox. "Para quem quer realmente se firmar no ramo, o curso é fundamental. Dá todas as informações necessárias, conscientiza sobre a importância desses cuidados para conquistar consumidores, além de ser um diferencial na confecção dos nossos produtos", salienta.

No curso, foram repassadas informações importantes sobre armazenamento e preparo de alimentos, qualidade da água, distribuição e segurança alimentar, controle de saúde, higiene do manipulador, destino do lixo, higiene dos ambientes e dos utensílios, doenças transmitidas por alimentos, dentre outros.

Walter Matos entrega certificado a participante "Todos sabem que os alimentos podem ser causadores de doenças se mal manipulados e os cuidados com a higiene são fundamentais para evitar intoxicações alimentares. Então, é preciso orientar os manipuladores sobre os cuidados na aquisição, acondicionamento, manipulação, conservação e exposição. As boas práticas de manipulação são regras que, quando praticadas, ajudam a evitar ou reduzir os perigos de contaminação, além de evitar as Doenças Transmitidas por Alimentos, as DTA's", explica Walter Matos, um dos coordenadores do curso e coordenador da Vigilância Sanitária em Santarém.

As principais DTA's são causadas por infecção de Salmonella, contaminação por Bacillus cereus, infecção por Escherichia coli, dentre outras. Os sintomas mais comuns são: náuseas, vômitos, dores abdominais, diarreia, falta de apetite e febre. Algumas delas são tão graves que se não tratadas adequadamente podem até levar a morte.

Confira outras notícias:

Dayse Lima Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação