Notícias

Atualizado em 28/02/2019 às 18h36

Comitê Gestor do Programa Criança Feliz define coordenação e traça metas


A primeira reunião do Comitê Gestor da Primeira Infância no âmbito do Sistema Único de Assistência Social (Suas) – Programa Criança Feliz instituído pelo Decreto 091/2019 em 15 de fevereiro, ocorreu na manhã desta quinta-feira (28), no Centro de Informação e Educação Ambiental de Santarém (Ciam). Foram apresentados os objetivos, metas, público alvo do programa, escolha da coordenação do Comitê Gestor e a definição do calendário para reuniões.

O Comitê Gestor é composto pelas Secretarias Municipais de Trabalho e Assistência Social (Semtras); Educação (Semed); Saúde (Semsa); Cultura (Semc); pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdca); e o Comando de Policiamento Regional I (CPR-1).

Louise Aguiar, servidora da Semtras, foi a escolhida para ser a coordenadora do comitê. As reuniões serão mensais, no penúltimo dia útil de cada mês. A próxima será dia 28 de março.

A assessora técnica da Semtras Gabrielle Andrade destacou a importância da criação do comitê. "O comitê irá acompanhar de perto o desenvolvimento desse programa, quais os desafios, se as metas estão sendo cumpridas, por isso é importante que as secretarias e órgãos trabalhem juntos de forma intersetorial para consolidarmos o desenvolvimento integral na primeira infância em Santarém."

"Já acompanhamos as crianças inseridas no programa Bolsa Família por meio do "Projeto Presença" da Semed e agora teremos a oportunidade de acompanhar essas crianças e suas famílias mais de perto", destacou Jonathas Ribeiro membro do comitê da Semed.

A supervisora do Programa Criança Feliz Valéria Batista, supervisora referenciada ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Santarenzinho, um dos 4 polos do programa, destacou como é feito o acompanhamento no bairro. "Contamos com uma equipe de 13 visitadores acadêmicos dos cursos de Pedagogia, Psicologia e Serviço Social. Estamos acompanhando 210 famílias. Nossos visitadores são profissionais que foram capacitados para trabalhar o desenvolvimento integral dessa criança. Eles vão até as residências das famílias e trabalham envolvendo 4 dimensões: linguagem, cognição, socioafetividade e motricidade. É respeitado um fluxo de visitas, crianças de 0 a 3 anos recebem 4 visitas por semana, as crianças do Benefício de Prestação Continuada (BPC) recebem duas visitas por mês, as gestantes uma vez por mês. O importante é que alcançamos muitos êxitos desde a implantação do Programa em Santarém".Visita dos profissionais trabalham linguagem, cognição, socioafetividade e motricidade das crianças

Em junho de 2018, o município aderiu ao Programa Criança Feliz do Governo Federal. Com a adesão foi pactuado o Conselho Municipal de Assistência Social e devidamente aprovado. A meta é atender 800 famílias entre gestantes e/ou crianças de 0 a 6 anos.

O Programa iniciou os acompanhamentos em novembro de 2018 em Santarém. Em três meses já estão sendo atendidas 650 famílias. Foram formadas equipes com: 4 supervisoras (técnicas de nível superior) e 56 visitadores (estagiários), divididos em 04 áreas: Cras Urumari, Santarenzinho, São José Operário e Cras Nova República.

Todo o material utilizado nas temáticas com as crianças são feitos pelas equipes de forma voltada principalmente para a reciclagem com objetivo de mostrar aos pais que eles também podem construir dentro do seu universo brinquedos que irão contribuir para o desenvolvimento dos filhos.Equipe do comitê gestor

Saiba mais:

Geisa de Oliveira Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação