Notícias

Atualizado em 31/01/2019 às 17h36

Em 5 anos, Centro Pop reinseriu 149 pessoas ao convívio familiar


Contribuir para restabelecer e resguardar a integridade e autonomia da população em situação de rua é o principal propósito que move o Centro Pop Dom Lino Vombommel. Os resultados de reinserção de vida dos usuários que por ali passaram comprovam que o trabalho desenvolvido tem alcançado o objetivo. Implementado no município há 5 anos, Dom Lino Vombommel celebrou nesta quinta-feira (31) mais um aniversário.

Inaugurado em 30 de janeiro de 2014, o Centro já inseriu 149 pessoas ao convívio familiar. Por intermédio do equipamento, muitos reconstruíram os laços e voltaram ao seio familiar. Alguns foram inscritos no Programa do Governo Federal 'Minha Casa, Minha Vida' e foram beneficiados com moradias.

Na ocasião do aniversário, uma celebração foi ministrada pelo Pastor Josué Soares, da primeira Igreja Batista de Santarém. Participaram do evento, a titular da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras) Celsa Brito; a coordenadora da Proteção Social Especial (PSE), Adriana Encarnação; a coordenadora do Centro, Glaucya Fiori; o chefe de gabinete Erasmo Maia; Secretário Municipal de Cultura, Luiz Alberto Pixica; usuários e servidores da Semtras.

A Secretária Celsa Brito falou da gratidão de administrar o Centro Pop com apoio da Prefeitura e comemorar os significativos cinco anos de inauguração. Agradeceu ainda aos parceiros, equipe que desempenha um trabalho comprometido e também agradeceu aos usuários que procuram diariamente o espaço. "O trabalho com esse público é uma forma de tentar inseri-los novamente na sociedade e de entender o porquê de eles se encontrarem nessa situação de rua. Aqui, nós recebemos não apenas os brasileiros, mas pessoas de outras nacionalidades, venezuelanos, cubanos, colombianos. Vamos continuar nos dedicando e fazendo o melhor para essa população em situação de rua."

Vidas restabelecidas
A dedicação com a qual a equipe opera os atendimentos continua a atuar na vida até mesmo dos que não precisam mais da instituição. É o caso do ex-usuário Nelcimar Cosme da Silva, de 44 anos, que foi ao Centro comemorar mais um ano de fundação do equipamento.

Com a vida restabelecida, Nelcimar lembrou dos momentos difíceis que passou quando precisou do serviço. "Vim para cá em uma condição ruim. Através do Centro, eu consegui minha casa. Agradeço a Deus pela nova vida que me deu através desse lugar. Sempre que posso dou uma passadinha aqui, pois o lugar para mim foi acolhedor. É preciso que cada um tenha força de vontade para mudar e o apoio do Centro ajuda muito."

Ao lembrar de sua história, o ex-usuário conta que devido ao excesso de ingestão de bebida alcoólica obteve uma doença que o fez perder um membro inferior. "Eu bebia muito e vivia jogado nas ruas. Tive uma ferida na minha perna que por falta de tratamento teve que ser amputada. O Centro cuidou de mim e auxiliou em meu tratamento. Mesmo sem uma perna, sou feliz, vou para onde quero e sou muito grato a Deus e a todos do Centro que me ajudaram", concluiu emocionado.

Quem também contou um pouco de sua história foi o usuário Jucelino Branches de Oliveira, de 63 anos. Atendido pelo Centro há 5 anos, disse que só deixa de ir ao espaço quando está trabalhando. "O trabalho aqui é uma coisa muito bonita. O que não aprendi quando jovem, hoje aprendo aqui, aprendo com a equipe, com colegas de outros países, é uma aula pra mim. Eu me sinto muito feliz aqui. Tenho irmãos e dois filhos, de 21 e 34 anos. Não tenho mais contato e não sei onde estão, mas tenho fé que ainda os verei todos juntos e teremos um lindo reencontro."

Resultados positivos alcançados no Centro
A coordenadora do Centro Pop Dom Lino Vombommel, Glaucya Fiori, destacou os números conquistados durantes os 5 anos de trabalhos realizados no Centro.
De 30 de janeiro de 2014 até dezembro de 2018, o Centro Pop Dom Lino Vombommel:

• Atendeu 3.477 usuários;
• Cadastrou 975 no serviço;
• Forneceu 60.221 alimentações;
• Executou 4.399 serviços de saúde;
• Viabilizou 267 cartões SUS;
• Através da Abordagem Social de Rua, 3.705 atendimentos;
• Inscreveu 161 usuários no Cadastro Único Nacional – CadÚnico;
• Viabilizou 17 Benefícios de Prestação Continuada – BPC;
• Inseriu 12 pessoas no programa Minha Casa, Minha Vida;
• Matriculou 107 na Rede de Educação;
• Inseriu 243 no Mercado de Trabalho;
• e 149 pessoas retornaram à família.

Glaucya destacou ainda que 24 projetos pedagógicos são desenvolvidos no Centro, como: Escola Social; Dia do Zelo; Feira Pop; Tempero Pop; Projeto Horta, Oficina de Artes, Oficina de Música, entre outros. "Avalio tudo de forma muito positiva, dando oportunidade para essas pessoas. Muitos os veem com olhos negativos, mas nós vemos que toda pessoa tem direito a buscar ajuda, a ser acolhido, ser bem atendido, buscar e lutar por seus direitos", observou.

Saiba Mais:

Sobre o Centro Pop Dom Lino Vombommel
Fundado em 30 de janeiro de 2014, o Centro Pop Dom Lino Vombommel é uma unidade pública e estatal, de referência e atendimento especializado à população adulta em situação de rua, inserida no âmbito da Proteção Social Especial de Média Complexidade do Sistema Único de Assistência Social (Suas), prevista no artigo 7º do Decreto nº 7.053 de 23 Dezembro de 2009 que institui no Brasil a Política Nacional para a População em Situação de Rua.

Seu objetivo é desenvolver ações para a reinserção familiar e/ou comunitária contribuindo para restaurar e preservar a integridade e autonomia da população em situação de rua, favorecendo seu acesso a benefícios previdenciários e socioassistenciais, assim como a programas de transferência de renda, buscando desenvolver um espírito de autonomia participativa, respeitando as escolhas dos usuários e especificidades do atendimento socioassistencial.

Geisa de Oliveira Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação