Notícias

Atualizado em 13/12/2018 às 13h57

Obras do Projeto Orla são vistoriadas por técnico da Defesa Civil Nacional


Já foram executados 72, 06% de obra, o que equivale a R$ 51.959.761, 42 de investimentos

Na manhã desta quinta-feira (13), as obras do Projeto Orla foram vistoriadas pelo técnico da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional, Alexandre Alves Rocha. A vistoria foi acompanhada pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) e da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil.

O engenheiro civil da Seminfra, Cledimar Augusto, explicou que a vistoria se deu para acompanhar o andamento dos serviços e assim liberar a última parcela para a conclusão do projeto. "Já foram executados 72,06% de obra, o que equivale a R$ 51.959.761, 42 de investimento. O valor total da obra é de R$ 72.103.595.26".

Cledimar ainda acrescentou quais as frentes de serviços que estão sendo executadas. "As equipes estão na área do Porto da Tiradentes, onde está faltando finalizar o aterro e no máximo em 10 dias será finalizado o assentamento das placas no local. Já os píeres estão sendo mobilizados, com bate estaca próximo à Marinha, para assentamento dos tubos, que fazem a defensa do píer flutuante. Vão ser assentados vários tubos perto do píer de 110 m de extensão. Outra meta da obra é a construção das duas casas de bombas, que estão sendo concretadas. Uma casa de bomba, que está localizada em frente à Marinha está mais adiantada. A casa de bomba que está próximo à Tiradentes está demorando um pouco mais por conta do fluxo na via. Dependendo da parte eletromecânica, nos próximos meses as duas casas de bombas já estarão devidamente instaladas", destacou.

Sobre a Obra

As obras tiveram início em 14 de dezembro de 2017. Por ser de grande porte pode causar alguns transtornos, no entanto é uma obra de prevenção que está sendo executada com qualidade e trabalho bem articulado, com várias frentes de serviço, para que o prazo seja cumprido e a finalidade também, que é minimizar os riscos de acidente. Está sob a responsabilidade da Construtora Mello de Azevedo S/A, o valor total do investimento é de R$72.103.595,26, dividido em 3 metas:

1ª Meta - Muro de contenção
Extensão: 1.640m
Perímetro: Travessa Augusto Montenegro até o Bosque da Vera Paz
2ª- Meta - Píeres
Quantidade: 6 unidades ao longo do muro de contenção
3ª Meta - Casas de Bomba
Quantidade: 2 unidades
Localização: Travessa Augusto Montenegro e Travessa 2 de Junho

Leia também:

Ailanda Tavares Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação