Notícias

Atualizado em 26/11/2018 às 12h25

Noite cultural da Umei Santa Bárbara marca encerramento do Projeto Feira Infantil 2018


A Unidade Municipal de Educação Infantil Santa Bárbara, realizou na última sexta-feira (23), a noite cultural de encerramento do Projeto Feira Infantil - 2018, com o tema: "minha cidade: raízes da minha identidade". A programação iniciou às 18h, na quadra ao Lado da Igreja de N. Senhora de Fátima. 

A pedagoga da Umei Santa Bárbara, Paula de Souza Ferreira reforçou os objetivos do projeto "Nosso objetivo foi criar um espaço para se vivenciar a cultura local, conhecendo a memória que constituiu a identidade regional e as influências da história da fundação da cidade de Santarém-Pará, neste processo de apropriação cultural. Além disso, o projeto buscou desenvolver o campo de experiência o eu, o outro e nós; desenvolver o campo de experiência corpo, gestos e movimentos; perceber a importância da identidade cultural local para o desenvolvimento infantil de maneira integral e, proporcionar a ampliação de campos de experiências na fase infantil", finalizou.

Paula Ferreira disse ainda, que as crianças durante o mês de novembro realizaram atividades relacionadas ao assunto e no dia 23 foi realizada a culminância das atividades através da I Noite Cultural da Umei Santa Bárbara, onde as crianças apresentaram danças, músicas, teatro e exposição, além das iguarias regionais para degustação e a participação especial de artistas locais, com destaque para Sebastião Tapajós, Priscila Castro e Grupo de Carimbó "Olha já".

A coordenadora da Umei  ainda complementou, que na proposta da Base Nacional Comum Curricular para Educação Infantil, elaborada a partir das DCNEI's, as crianças são levadas ao desenvolvimento de "saberes e conhecimentos socialmente significativos e contextualmente relevantes a serem compartilhados e reelaborados com as novas gerações como tarefa da escola numa sociedade complexa" (Oliveira, s/d), levando em consideração a identidade cultural de uma comunidade ou localidade.

Neste sentido, entende-se que a construção da identidade da criança, levando em consideração a memória cultural local é um importante artifício para o desenvolvimento infantil, que contribui no "complexo processo formação humana" da criança - Teoria Histórico-Cultural- (TEIXEIRA E BARCA, 2017, p. 29), além de avivar os aspectos culturais que remontam a história de uma população, sejam eles costumes, culinária, arte, música e dança.

O município de Santarém está localizado na região oeste do Estado do Pará, uma cidade do interior da Amazônia e rica em biodiversidade animal e vegetal, bem como de cultura, costumes oriundos dos povos indígenas, africanos e portugueses, costumes da miscigenação dos povos que compõem a população da região. Mesmo assim, muitas crianças não conhecem a força cultural em que estão inseridas e que compõe a identidade local de uma determinada população, a história de um povo deve estar presente na vida do indivíduo, portanto entende-se que a aplicação do presente projeto é importante porque justamente insere a criança, na primeira infância, em processos de apropriação de cultura produzidos pela ancestralidade, bem como as manifestações produzidas e que resistem na atualidade.

O projeto contou com as parcerias da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, Alfa Tecidos, Realce Tecidos, Senhora Rosandra, do Advogado Luís Alberto Figueira e dos pais de alunos.

Ednaldo Rodrigues Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação