Notícias

Atualizado em 24/09/2018 às 18h49

Cor de Rosa é o campeão do Festival dos Botos do Çairé 2018


Marlisson Soares, pres. Cor de Rosa: festa.A Agremiação Folclórica Boto Cor de Rosa é a grande campeã do Festival dos Botos do Çairé 2018. Com 462 pontos, dois a mais que o Tucuxi, o Rosa conquistou seu 10º título. O resultado da apuração saiu neste momento, em Alter do Chão, no Lago dos Botos, após 40 minutos de apuração. Desde 1999, a disputa entre os botos faz parte do Festival que integra a Festa do Çairé em Santarém.

Torcida do Cor de Rosa festejou o título no Lago dos Botos.O campeão defendeu o tema 'A origem Borari'. A apresentação exaltou o carimbó e a identidade do povo indígena que deu origem ao distrito de Alter do Chão. "É muita emoção, pois foi muito trabalho. O boto está de parabéns e toda a associação. Trabalhamos o ano todo na composição de falar sobre a nossa origem. Fizemos bem e graças a Deus os jurados gostaram e nos deram a vitória. Só temos a agradecer o povo Cor de Rosa, a torcida e todos os nossos artistas que contribuíram para esta grande vitória que veio na hora certa", festejou Marlisson Soares, presidente do Cor de Rosa.

Na noite de sábado, 22, dezesseis itens foram avaliados por quatro jurados: Apresentador, Cantador, Rainha do Çairé, Cabocla Borari, Curandeiro, Rainha do Artesanato, Boto Homem Encantador, Boto Animal Evolução, Rainha do Lago Verde, Carimbó, Organização do Conjunto Folclórico, Alegorias, Letra e Música, Ritual, Torcida.

Tucuxi levantou troféu do segundo lugar.O boto Tucuxi obteve 460 pontos e foi o primeiro a se apresentar na noite de sábado, 22. A agremiação defendeu o tema "Identidade Tapajônica". O enredo falou sobre as belezas locais, valorização do artista regional, deu destaque ao ritual indígena e pôs em evidência a conscientização em torno da preservação do Rio Tapajós. "Para o festival acontecer é preciso que haja um equilíbrio. Estou feliz pelo resultado, fizemos um bom trabalho e o público que nos avaliou viu a grandeza do nosso espetáculo", disse Ediberto Ferreira, presidente do boto Tucuxi.

O Festival dos Botos integra a programação do Çairé, que teve o encerramento da programação religiosa pela manhã com a derrubada dos mastros. A Prefeitura de Santarém é uma das realizadoras dessa festa que é a maior manifestação cultural do estado do Pará.

"O complemento do Çairé é o Festival dos Botos que tem uma repercussão mundial. Hoje, foi proclamado o boto cor de rosa, isso é o resultado da preferência dos jurados. Esta é uma disputa onde há um vencedor e um vencido, no entanto, todos são vencedores porque foi um Festival com beleza, segurança e encanto. Fico muito feliz em dar por encerrado a belíssima Festa do Çairé 2018", disse Luiz Figueira, secretário municipal de Cultura.Boto Cor de Rosa: ’A origem Borari’.

Sem incidentes graves, brigas ou confusões, o Çairé 2018 foi uma festa de paz, onde a família pôde se divertir com segurança. A Polícia Militar teve um papel importante, colocando homens em toda a programação da festa.

"Pelos nossos números, a gente entende como o melhor Çairé dos últimos anos em termo de segurança pública. Houve até a diminuição de ocorrências. No ano passado, praticamente zeramos as ocorrências graves como homicídio e latrocínio e este ano mantivemos isto com um número bem reduzido de ocorrências. O planejamento funcionou com excelência e envolveu desde a entrada do cidadão do ônibus em Santarém, até a chegada e diversão deles. Utilizamos as barreiras, o policiamento fluvial, policiamento com cães e a cavalo, e mais a integração dos outros órgãos gerou o melhor policiamento dos últimos anos do Çairé", destacou coronel Héldson Tomaso, comandante do CPR1.

Para o prefeito Nélio Aguiar, a festa foi um sucesso, pois valorizou a identidade cultural da região e resgatou traços e personagens perdidos no tempo, além de ser um Çairé de paz. "Foi um Çairé de paz, tranquilo e com muita diversão. Tivemos uma programação que agradou a todos os gostos, sem perder o foco da identidade da festa e de nossa cultura regional. Todos estão de parabéns", disse Aguiar.

Troféu - Com o objetivo de valorizar os artistas locais, os troféus de campeão e vice-campeão dos botos do Çairé 2018 foram confeccionados pelo artista plástico santareno Roque Lima, que é membro da Academia de Letras e Artes de Santarém (Alas).

Alailson Muniz Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação