Notícias

Atualizado em 17/09/2018 às 12h47

Press Trip do Çairé 2018 trará oito jornalistas da imprensa brasileira para Alter do Chão


Çairé 2017 (Foto: Ronaldo Ferreira/Arquivo Ascom PMS)No período de 20 a 24 de setembro, Alter do Chão, em Santarém no Pará abrigará o maior espetáculo da cultura e tradição dos índios Borari: A Festa do Çairé. A manifestação, que é integrada com o Festival dos Botos atrai milhares de turistas e visitantes que chegam à Vila Balneária em busca de conhecer a cultura e aproveitar as belezas naturais do local.

Este ano, pela primeira vez, a Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Semtur) em parceria com a Secretaria de Estado de Turismo do Pará (Setur) realiza o Press Trip do Çairé. O município receberá oito jornalistas de renome na imprensa brasileira, que além de conhecer o Çairé 2018, seguirão um cronograma de visitação em pontos turísticos estratégicos da cidade, para divulgar o potencial do turismo de Santarém e região.

"O Press Trip do Çairé é uma ação importante que visa a promoção e a divulgação da potencialidade turística de Santarém em veículos de comunicação de abrangência nacional, para o estímulo do aumento de visitantes e turistas, bem como, a competitividade e a atratividade do nosso destino turístico. Desta maneira os jornalistas convidados virão a Santarém para conhecer a Festa do Çairé e alinhado a este farão um roteiro turístico como forma de conhecer os demais atrativos turísticos naturais e culturais de Santarém", informou o secretário Municipal de Turismo, Diego Pinho.

Com base no Plano Encontro (Plano C de Desenvolvimento Turístico), a Semtur desenvolve ações com vistas à promoção e ao aumento no número de turistas que visitam Santarém. A visita de profissionais da imprensa nacional, por meio do Press Trip, se constitui como uma ação estratégica voltada para atingir tais objetivos, e com isso gerar o aumento da movimentação financeira, no período do Çairé.

Saiba Mais:

"A divulgação do destino e o aumento do número de turistas e a receita trata-se de uma das metas previstas no Plano Encontro (Plano de Desenvolvimento Turístico Santarém e Belterra). Sendo assim, esperamos que o Press Trip, contribua para o crescimento anual do público e da receita turística até 2025, uma vez que a projeção até 2025 prevê um crescimento aproximado de 17.526 turistas e uma receita turística de R$ 18.501.177,04 do evento Çairé", explicou a chefe de seção de Projetos da Semtur, Elcivânia Barreto.

Farão parte do Press Trip do Çairé os Jornalistas:
• Ana Paula Dantas Favero (Mari Pelo Mundo – Brasília);
• Patrícia Penna dos Santos (Turismo e Eventos - São Paulo);
• Adriano Vizone (Folha de São Paulo - São Paulo);
• Gustavo de Jesus Werneck (Jornal Estado de Minas - Belo Horizonte);
• Luíza Maria de Figueiredo Santos (Correio Brasiliense – Brasília);
• Fabíola Cristina Coelho Musarra (Qual Viagens - São Paulo);
• Emanuella Barbosa Sombra e Ariel Martini (Azul Magazine - São Paulo).

Os Jornalistas chegarão a Santarém na quarta-feira (19), às 15h45, no Aeroporto de Santarém Maestro Wilson Fonseca e ficarão em um hotel da cidade. Na quinta-feira (20) iniciarão os registros da Festa do Çairé, até o último dia do evento (24). Os profissionais também conhecerão os seguintes atrativos turísticos: Igarapé do Macaco, Ponta do Cururu, Comunidade de São Francisco (Eixo-Forte), Casa do Saulo, Cristo Rei, Atrativos Turísticos Urbanos, Encontro das Águas, Comunidade de Anã e Ponta do Icuxi.

A Festa do Çairé
O Çairé é uma festa que representa o resgate da cultura do povo Borari, que remonta o processo de colonização dos portugueses na região, que tem destaque, principalmente, na religiosidade dos antepassados de Alter do Chão. O evento é um forte atrativo cultural que movimenta o turismo da região.

A Festa foi introduzida na Amazônia no século XVII. Era realizada em várias comunidades indígenas da região, quando os Padres Jesuítas utilizavam de vários elementos para a catequese dos índios, dentre esses elementos está o "Arco do Çairé", que era, e ainda é, uma simbologia do mistério da Santíssima Trindade, que é a motivação para a realização do evento.

O "Arco do Çairé" é composto de um grande semicírculo, que representa "Deus Uno", com outros três semicírculos internos que representam a Santíssima Trindade, "Pai", "Filho" e "Espírito Santo", o Deus Trino. O símbolo representa ainda a Arca de Noé, que ao ser colocada de "cabeça para baixo", dá formato a uma barca, outra evidência da catequese indígena. O Arco é feito com madeira e cipó, ornado com fitas coloridas, simbolizando o arco-íris que representa a aliança que Deus fez com a humanidade.

Durante a Festa, mais precisamente no sábado do evento (22), acontece o Festival dos Botos, que consiste em um grande espetáculo de brilhos e cores, quando os botos Tucuxi e Cor de Rosa se encontram em uma disputa cultural, retratando temas ligados a vida amazônica.

Tadeu Pinho Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação