Notícias

Atualizado em 11/09/2018 às 12h09

Prefeitura de Santarém ganha lancha do Ministério Público do Trabalho


A solenidade de entrega da lancha doada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), para a Prefeitura de Santarém por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras) foi realizada final da tarde de segunda-feira (10). A lancha doada é do modelo expresso com a capacidade para 20 pessoas. Ela servirá para dar continuidade aos serviços da secretaria e também às ações realizadas pelo Conselho Tutelar.

Participaram da solenidade o procurador do Ministério Público do Trabalho Carlos Alberto Lopes de Oliveira, o prefeito Nélio Aguiar, a secretária municipal de Trabalho e Assistência Social Celsa Brito, a secretária municipal de Meio Ambiente Vânia Portela, assessora técnica dos Conselhos Tutelares Roseane Matos, Conselheiros Tutelares e servidores da Prefeitura.

O procurador do Ministério Público do Trabalho Carlos Alberto Lopes de Oliveira destacou que a doação foi por meio da reversão de uma multa que serviu para ser destinada de volta para a sociedade ou para entidades beneficentes ou para órgãos públicos.

"É uma forma de recompor os bens que foram lesados pela atuação de uma empresa de forma ilícita. A doação da lancha servirá para o município de Santarém combater especialmente o Trabalho Infantil na atuação da Semtras e do Conselho Tutelar. Essa chaga do Trabalho Infantil que ainda é presente em Santarém no Pará e no Brasil. O MPT está aberto para auxiliar nas irregularidades trabalhistas, no trabalho infantil e tenho certeza que o município fará bom uso dessa lancha no combate ao trabalho infantil e nas atividades do dia a dia", ressaltou o procurador.

O prefeito Nélio Aguiar também agradeceu a parceria do Ministério Público do Trabalho (MPT). "Nós administramos um município que é o terceiro maior do estado do Pará, mas na questão orçamentária não somos o terceiro. Perdemos para municípios bem menores do que Santarém então é muito importante quando o Ministério Público do Trabalho têm sido na nossa gestão um grande parceiro. Essa não é a primeira oportunidade, e tenho certeza também que não será a última. Nós já tivemos a doação de outros veículos para a Semtras, hoje recebendo uma lancha que tem grande importância para nós, tem grande valor. Essa lancha dará suporte para a Assistência Social e também para os Conselheiros Tutelares que precisam estar nas comunidades mais distantes averiguando as denuncias".

"É como muita felicidade que recebemos essa doação que só vem reforçar nossas ações na região de rios. Antes tínhamos que licitar o veículo para a realização de nossas visitas, agora com transporte próprio será muito melhorar. A escolha do nome de Dom Tiago Ryan para a lancha foi por seu trabalho amplo diretamente para pessoas em situação de vulnerabilidade social. Ele também seguia em uma pequena embarcação para visitar as famílias para os municípios de Aveiro, Boim, comunidades da região do Rio Tapajós para fazer sua missão", ressaltou a secretária Municipal de Trabalho e Assistência Social Celsa Brito.

O Padre Egilberto de Souza Rabelo Filho representou a Diocese de Santarém e abençoou a lancha. Ele agradeceu a homenagem pela escolha do nome de Dom Tiago Ryan. "É muito importante essa homenagem, Dom Tiago, foi um missionário em Santarém, se dedicou muito por aqui, realizou serviços importantes nas cidades vizinhas e marcou a vida do povo, porque as pessoas ainda falam muito bem dele". 

Sobre

De acordo com o diretor Geral do Sistema Diocesano de Comunicação Ércio Santos, Dom Tiago Ryan foi predestinado a servir ao Senhor pela vida religiosa. Sua bela e santa missão teve início através de seu ingresso na Ordem Franciscana em 1931, sendo que a sua ordenação sacerdotal aconteceu no dia 24 de junho de 1938. Cinco anos mais tarde Dom Tiago chegou a Santarém, exatamente no dia 25 de junho de 1943, assumindo trabalhos na então Prelazia. Foi eleito bispo titular em 31 de janeiro de 1958 e ordenado em Chicago no dia 09 de abril do mesmo ano.

Ércio destacou que Dom Tiago Ryan também usava muito uma pequena lancha para ir aos municípios de Aveiro, Boim, comunidades da região do Rio Tapajós para fazer sua missão.

No seu episcopado criou a Comissão de Justiça e Paz, como grande instrumento de defesa aos mais necessitados e violados nos seus direitos, como pessoa humana, a imagem e semelhança do Criador ele trouxe a Pastoral do Menor para Santarém foi quando convidou o Irmão Ronaldo Henn para iniciar os trabalhos de atendimento aos meninos de rua (termo utilizado na época). A pastoral que esse ano completou 30 anos de um exemplar trabalho de amor e dedicação a crianças e adolescentes.

Dom Tiago Ryan, acima de tudo era um defensor da vida e se destacou por sua obra em favor dos mais necessitados.


Saiba Mais:

 

Geisa de Oliveira Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação