Notícias

Atualizado em 17/08/2018 às 12h15

Reunião define primeiras estratégias de segurança para o Çairé 2018


A segurança será uma das prioridades da organização da festa do Çairé 2018. Para isso, uma reunião realizada pela Secretaria Municipal de Cultura (Semc) com a presença de representantes da coordenação do evento e de instituições de segurança. A reunião aconteceu na manhã desta quinta-feira (16), na Sala Cultural do Theatro Municipal Victória. O Çairé acontece no período de 20 a 24 de setembro deste ano.

O titular da Cultura no município, Luis Alberto Figueira, abriu o encontro e parabenizou novamente pelas ações desenvolvidas e executadas no evento de 2017 com a integração dos envolvidos, gerenciados pela Sala de Gestão de Segurança. "Ano passado foi positiva a ação, resultado do empenho de cada órgão envolvido, instalamos na Praça do Çairé a Sala de Gestão de Segurança com objetivo de concentrar as soluções de problemas em um só lugar. Cada instituição estava representada e novamente garantir a instalação da estrutura. E aqui estamos para expor as primeiras linhas de trabalho em prol da segurança do público local e visitante. Temos a frente militares e civis de extrema competência, o que nos dá a tranquilidade de realizar um grande evento que é o Çairé, um dos mais tradicionais da Amazônia. Fico feliz por estarmos de mãos dadas", disse o secretário.

O Comandante de Policiamento Regional-I, Coronel Héldson Tomaso, destacou a grandiosidade do Çairé. A cada edição mais pessoas participam do evento, e pede mais adequações no efetivo para suprir a demanda e sem deixar outros pontos da cidade com o monitoramento da Polícia Militar. "O trabalho de forma integrada vai se repetir, e a intenção é massificar. Exemplo, uma ação de fiscalização seguirá não apenas com a guarnição Polícia Militar, mas com a participação de outros órgãos, Bombeiros, Juizado da Infância de Juventude, Polícia Civil e outros. Tudo que o cidadão de bem possa ter a diversão, ir e voltar com segurança", informou.

A estimativa prevista do efetivo da Polícia Militar é de 500 militares, distribuídos nos 05 dias do evento: à pé, moto patrulhamento (Rocam), policiamento nas praias, viaturas, Grupamento Tático Operacional e Cavalaria.

Pelo 4° Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), o representante Major Francisco Júnior Oliveira explicou que "em atividade 20 militares bombeiros no primeiro dia e nos demais 30 militares, no serviço de prontidão e guarda-vidas. Haverá o aparato de logística dos veículos de apoio. E faremos fiscalização nas catraias, quanto ao equipamento de segurança", detalhou.

A Capitania Fluvial de Santarém "estará com 08 a 12 militares, na logística de 01 lanchas e 01 jet ski. Haverá fiscalização de documentos do condutor e da embarcação", informou o representante da Capitania dos Portos de Santarém, Sub Oficial, Wirlanildo Silva.

A representação do Departamento de Trânsito (Dtran/PA/Santarém), Derivaldo Gonzaga, destaca que o efetivo será maior neste ano distribuído na barreira na Rodovia Everaldo Martins e dentro da Vila balneária de Alter do Chão. "A média de 30 a 35 agentes de trânsito, sistema de rodízio na barreira e pontos estratégicos ao longo da Rodovia, assim coibir o excesso de velocidade e fazer o fluxo fluir de forma segura. Dentro da Vila estaremos com rondas para evitar que condutores estejam cometendo excesso, como fila dupla. Estaremos realizando também o teste do etilômetro", ressaltou.

Participaram ainda do encontro, o secretário Municipal de Mobilidade e Trânsito, Paulo Jesus, representantes da 5ª Vara Cível da Infância e da Juventude Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Conselho Comunitário de Alter do Chão e Coordenação do Çairé/Vila de Alter do Chão.

Haverá reuniões especificas dos órgãos de segurança e um último encontro com todos os envolvidos para apresentar as definições de cada Instituição, ambas com datas a serem agendadas.

Alciane Ayres Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação