Notícias

Atualizado em 20/07/2018 às 16h34

Alunos aprovam novo cardápio da Merenda Escolar


Elaboração do cardápio teve participação direta dos alunos

A Prefeitura de Santarém, por meio da Divisão de Atendimento ao Educando da Secretaria Municipal de Educação (Semed), apresentou nesta sexta-feira (20), na Escola de Artes Emir Bemerguy, o novo cardápio da Merenda Escolar para alunos do ensino fundamental e médio do município de Santarém. Após o processo de degustação os alunos aprovaram o novo cardápio, que também foi acompanhado pelo Projeto Juventude Cidadã do Ministério Público.

A secretária Municipal de Educação de Santarém, Mara Belo, destacou que os procedimentos de apresentação do novo cardápio da Merenda Escolar foram acompanhados pelos alunos e pelo Ministério Público e que ambos, têm contribuído com os avanços da cidadania e do controle social sobre as ações da Semed em Santarém e a correta aplicação dos recursos públicos. "A nossa intenção é continuar potencializando a participação da sociedade de forma que tudo seja feito de acordo com os procedimentos legais e de maneira correta e transparente", disse Belo.

Para a secretária a avaliação é positiva e aproveitou para ressaltar que o cardápio elaborado para 2018/2019 tem a participação direta dos alunos, os principais beneficiados, haja vista que em momentos anteriores já participaram desse processo de construção, opinando sobre quais itens deveriam sair ou integrar o cardápio. Mara Belo disse ainda que a Semed investe 30% dos recursos destinados a Merenda Escolar em produtos locais da agricultura familiar. "Eu entendo que nesse aspecto são os próprios agricultores que passam a fornecer parte dos produtos aos seus filhos, pois grande parte dos nossos alunos é oriunda das comunidades rurais, filhos de agricultores", ressaltou.

Para a promotora de Justiça Lílian Braga, assim como em outros momentos em que esteve junto com a Secretaria Municipal de Educação e com as escolas de Santarém, por meio do projeto Juventude Cidadã, quando foi criado o fórum de discussões dos estudantes com o Ministério Público, acompanhado com o movimento do pacto estudantil passou-se a discutir algumas demandas sendo uma delas a Merenda Escolar. Segundo Lilian, fizeram parte dessas discussões a avaliação do cardápio, a licitação e a amostra dos produtos. "Tudo isso foi conversado com os alunos. E o resultado foi essa interação com a Semed a partir de todas as demandas que ocorriam", lembrou.

Agora, de acordo com a promotora, está repetindo-se uma forma de diálogo que já estava sendo desenvolvido e hoje, com a participação de uma das procuradoras do município, para conversar com os alunos sobre a licitação, para aquisição dos produtos da Merenda Escolar. "Até porque os alunos estão convidados a participar do processo de licitação que será realizado ao final de julho, para aquisição dos produtos. As informações repassadas a eles os capacita para acompanhar o processo licitatório que será realizado pela Semed", disse Braga.

A promotora disse ainda que os procedimentos de elaboração do novo cardápio da merenda escolar em Santarém com acompanhamento dos estudantes e do Ministério Público significam um avanço na probidade administrativa, pois o movimento dos alunos é um exercício de cidadania e de controle social, ao acompanhar aquilo que a gestão está fazendo. E, para a Promotora, o grande desejo do Ministério Público é que a comunidade acompanhe a gestão, aquilo que o gestor decide ou deseja realizar e como está realizando. "Para nós é um avanço ver que os alunos interagem com a gestão e quem ganha com esse exercício de cidadania é o nosso município, os nossos alunos e nossas escolas", finalizou.

A nutricionista Simone Cardoso, responsável técnico pelo Programa Nacional da Alimentação Escolar (PNAE), em Santarém esclareceu que foram trabalhadas sete preparações que vão ser inseridas no cardápio da merenda escolar a partir do segundo semestre de 2018. Segundo ela, para cada uma das preparações foram desenvolvidas fichas técnicas a fim de que o preparo dessa merenda seja padronizado em todas as escolas atendidas pelo município. Depois, as preparações foram apresentadas à degustação dos alunos e o passo seguinte, será o treinamento de todas as merendeiras, quando serão repassadas a elas as técnicas de preparo desse cardápio que está sendo apresentado.

Simone disse ainda que após a inserção do novo cardápio será feito o acompanhamento da equipe de nutricionistas para medir o índice de aceitabilidade da merenda escolar pelos alunos, de maneira mais ampla. Informou também que o PNAE preconiza que toda e qualquer introdução ou retirada de alguma preparação da Merenda Escolar deve passar pela aprovação do aluno por meio do teste de aceitabilidade. Finalmente, Simone Cardoso destacou que as novidades do novo cardápio são a ampliação de variedades na preparação do mingau e o feijão tropeiro que vem para fortalecer ainda mais a Merenda Escolar.

A coordenadora da Divisão de Atendimento ao Educando (DAE) da Semed, Vanderlina Maia destacou a importância do processo de lançamento do novo cardápio da Merenda Escolar. Segundo ela, as preparações foram aprovadas pelos alunos e pela promotora de Justiça Lilian Braga que a parabenizou pela organização e apresentação do cardápio que será ofertado aos alunos das redes municipal e estadual de ensino, a partir do segundo semestre.

A estudante Ana Beatriz, 14 anos, do 9º ano do ensino fundamental da Escola Municipal Fluminense destacou que o cardápio está bem balanceado, apropriado para a merenda dos alunos. Segundo a estudante, dos sete itens apresentados todos estavam com um ótimo sabor e acredita que serão muito bem aceitos pelos estudantes quando o cardápio chegar às escolas.

Ednaldo Rodrigues Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação