Notícias

Atualizado em 16/06/2018 às 12h20

Prefeitura e Ufopa assinam termo de cooperação mútua e Abaré retoma atividades na área de saúde


A Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), assinou na tarde desta sexta-feira (15), um Termo de Cooperação Mútua, uma espécie de acordo de sessão de uso conjunto com a Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), tornando a embarcação Abaré uma Unidade Básica de Saúde (UBS) Fluvial.

A assinatura do acordo aconteceu na Prefeitura de Santarém e contou com a presença do prefeito Nélio Aguiar, da secretária de Saúde Dayane Lima e da vice-reitora da UFOPA, Aldenise Xavier. Através da parceria entre o município e a Universidade, a embarcação continua sob a administração da Ufopa, que fica com a responsabilidade pela sua manutenção e guarda e o município fará o uso da embarcação nas ações de assistência à saúde das comunidades ribeirinhas da região do Tapajós, disponibilizando atendimento médico através de suas equipes multiprofissionais. Ainda por meio da parceria, alunos e professores dos cursos da Ufopa poderão acompanhar as equipes da Semsa durante as viagens do Abaré, desenvolvendo, além da assistência à população, um trabalho de ensino, pesquisa e extensão.

Nesse sentido, a vice-reitora da Ufopa, Aldenise Xavier explicou que parcerias com outras Universidades do Brasil já estão sendo firmadas, com o objetivo de ampliar os atendimentos disponibilizados pelo Abaré na região. "Nós estamos de todas as formas buscando parcerias, inclusive com outras prefeituras, para conseguirmos manter o Abaré o maior tempo possível em atividade. Para isso, todos os atores são bem-vindos e convidados a atuar nesse contexto", ressalta.

A secretária de saúde, Dayane Lima, informou que o Abaré vai disponibilizar durante suas viagens ao interior atendimento médico, odontológico, exames laboratoriais, vacinas, testes rápidos e remédios da farmácia básica. Para a secretária de saúde, o retorno do Abaré no atendimento aos ribeirinhos como uma UBS fluvial, leva mais qualidade de vida a essas pessoas, facilitando o acesso delas aos serviços de saúde. "Esse atendimento feito nas comunidades é de suma importância para os moradores do interior, pois muitos não têm condição de vir até a cidade em busca de atendimento médico e a ida de nossas equipes facilita bastante a vida deles", salienta a secretária de saúde.

Com o reconhecimento da embarcação como UBS fluvial, o Ministério da Saúde passa a disponibilizar recursos para que os serviços de atendimento sejam mantidos. O prefeito Nélio Aguiar informou que esses recursos vão ajudar a manter um atendimento de saúde de qualidade e regular à população ribeirinha da região do Tapajós. "Essa parceria representa muito para Santarém. Através dela, unimos forças para transformar um sonho em realidade, mantendo o Abaré no município, conseguindo recursos para o seu funcionamento. Com isso, retomamos as atividades do Abaré com força total e agora uma retomada mais robusta, pois além do desenvolvimento das políticas públicas de saúde, o Abaré também vai ter o seu papel na área da educação. Quem ganha muito com isso é a nossa população ribeirinha, que está ansiosa esperando pelo retorno do abaré há muito tempo. Graças a esse convênio, isso será uma realidade", destaca o Prefeito.

A primeira viagem do Abaré após a assinatura do convênio, já acontece nesta segunda-feira (18) e a primeira parada será na comunidade de Vila Franca. Durante dez dias, a equipe do Abaré deve atender moradores de 40 comunidades da região do Tapajós, levando atendimento de saúde de qualidade.

Dayse Lima Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação