Notícias

Atualizado em 16/04/2018 às 18h42

Prefeitura e Instituto Ayrton Senna iniciam atividades formativas


A Prefeitura de Santarém, por meio do Núcleo de Gestão de Política de Alfabetização, da Secretaria Municipal de Educação (Semed), em parceria com o Instituto Ayrton Senna, iniciou suas atividades formativas nesta semana. Esta segunda-feira (16), está sendo dedicada à formação dos coordenadores pedagógicos que trabalham com turmas do 3º ano da Rede Municipal de Ensino, na escola de Artes Emir Bemerguy.

O evento de abertura contou com a participação da secretária municipal de educação, Mara Regina Xavier Belo, da diretora de ensino Marilza Serique e das técnicas de referências do Instituto Ayrton Sena, Rita Paulon e de Gestão de Política de Alfabetização na Semed, Heloísa Helena Sousa.

A secretária Mara Belo afirmou que a parceria com o Instituto vai trazer benefícios e resultados positivos ao município. Ressaltou ainda que Santarém enfrenta alguns desafios que podem ser superados através de uma educação básica de qualidade. "Todos devem abraçar esse projeto para, apesar das dificuldades, atingir resultados satisfatórios", reconheceu e destacou o compromisso dos integrantes de sua equipe que tem contribuído para que a cidade desponte com uma educação de referência na região.

A técnica do Instituto Ayrton Senna, Rita Paulon, falou da importância do projeto em parceria com a Semed. Segundo a técnica, o início do treinamento sobre gestão, visando à qualidade, foco educacional e estratégias são fundamentais nesse processo. Paulon disse ainda que a professora Heloísa Helena está diante de um grande desafio, porém necessário e urgente, pois as estatísticas apresentam um déficit de 53% de crianças do 3º ano, que concluem o ano letivo sem uma leitura fluente.

"O programa é uma proposta de política de gestão para ajudar a melhorar o processo de formação das crianças nessa fase. Trata-se de um trabalho cirúrgico de alfabetização que precisa ser enfrentado por todos", concluiu.

O modelo de gestão foi destacado pela diretora de ensino Marilza Serique. Ela lembrou que a parceria da Semed com o Instituto Ayrton Senna iniciou em 1997, com o professor João Magalhães como coordenador do programa Acelera. Naquela ocasião, a defasagem idade/série passava por 70%. Hoje este índice já foi superado. "Em todos esses anos, o Instituto tem contribuído substancialmente com a educação em Santarém".

Segundo Marilza, hoje se está diante de um novo momento cujo foco, é saber quais os principais problemas que precisam ser superados em sala de aula. A preocupação se volta ao processo de gestão da alfabetização. Para conseguir êxito precisa envolver todas as equipes da Semed, sobretudo os pedagogos. Além disso, será uma ótima oportunidade de crescimento profissional aos pedagogos envolvidos no projeto. Ao final, todos serão responsáveis pelos resultados alcançados.

A diretora também destacou que a Semed sempre se preocupou com a gestão e hoje dispõe de um rico banco de dados confiáveis, o que não é comum nos municípios da região.

Objetivo do Programa

A técnica Heloísa Helena ressaltou que o objetivo do programa é favorecer a implementação da Política de Alfabetização por Secretaria de Educação para alfabetizar todos os alunos do ciclo inicial por meio da instituição de processos de gestão (educacional, escolar e da sala de aula), do compartilhamento de responsabilidades entre as instâncias e da formação de profissionais envolvidos.

A técnica da Semed informou ainda que o programa entende a alfabetização como um processo de desenvolvimento integral do aluno, onde se articulam conhecimentos em diversas áreas e competências socioemocionais. "Envolve e compromete os profissionais de todas as instâncias da gestão educacional: sala de aula, unidade escolar e secretaria de educação, levando por meio das redes públicas de ensino uma cultura de gestão do processo de alfabetização", afirmou Helena.

O programa também inclui o uso de referenciais pedagógicos que respeitam os currículos e métodos de alfabetização já adotados pelas escolas e pela rede de ensino, com a exigência de um professor de apoio para garantir a aprendizagem em uma sala diversificada. Além do acompanhamento sistemático de cada aluno ao longo do ano. O programa possui indicadores e metas de sucesso, que são acompanhados por ferramentas de monitoramento e avaliação da aprendizagem.

Ednaldo Rodrigues Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação