Notícias

Atualizado em 25/03/2018 às 18h12

Nova diretoria do IHGTap promete continuar luta pela história da região do Tapajós


Com o intuito de continuar a luta pela perpetuação da memória dos fatos históricos das cidades do Oeste do Pará, a nova diretoria do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós (IHGTAp) foi eleita e tomou posse na noite de sexta-feira (23), no auditório do Hotel London.

A atual diretoria que ficou constituída pela Prof. Terezinha Amorim, enquanto presidente reeleita, o escritor Wildson Queiróz, vice-presidente, a historiadora Cláudia Laurido, como primeira secretária e o padre Sidney Canto, segundo secretário.

O professor de história Alenilson Ribeiro ficou como primeiro tesoureiro e o geólogo Jubal Cabral, segundo tesoureiro. O conselho fiscal está composto pelo pesquisador Cristóvam Sena, pelo advogado Zé Ronaldo Campos e pelo vice-reitor da Ufopa Anselmo Colares. Como suplentes, o jornalista Oti Santos, o pesquisador Jackson Rêgo e o músico Eduardo Dias.

A solenidade foi marcada pela entrega dos canhões que foram colocados por equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) na área onde funcionava a antiga Fortaleza do Tapajós, atualmente Praça do Mirante.

Segundo a historiadora Terezinha Amorim, presidente do IHGTap reeleita, os artefatos históricos foram enviados por D. Pedro II em 1867, mas quando chegaram na cidade a Fortaleza já estava comprometida, sendo abandonados nas ruas do município e somente agora, 151 anos depois, foram encaminhados ao local que inicialmente deveriam ser implantados.

"Eu sou perseverante. E por causa da minha perseverança, digo para vocês que estou assumindo mais esse compromisso de fazer com que esta Amazônia, esta região do Baixo Amazonas tenha, de fato, o registro histórico que ela merece. E peço a todos esses que assumem hoje essa nova diretoria e a todos esses membros que compartilhem conosco este ideal", destacou a presidente do IHGTap.

O secretário de Cultura de Santarém, Luís Alberto Figueira, ressaltou da parceria entre a gestão municipal de Santarém e o IHGTap: "Hoje estamos registrando um marco histórico para a cidade, monumentos extremamente relevantes das nossas origens. Também queremos deixar o nosso apoio para a revitalização da praça onde eles permanecerão".

Na mesma sessão foram empossados novos sócios efetivos do Instituto:

1- Ádrio Denner Santos de Sousa (músico e videomaker)
2- Cinthia dos Santos Moreira Bispo (arqueóloga)
3. Diego Marinho de Gois (historiador)
4. Eduardo Maurício Silva Fonseca (advogado e poeta)
5. Giovanna Litz Carneiro do Valle (advogada)
6. Jainara Gomes da Silva (professora de História)
7. Márcio Júnior Benassuly Barros (geógrafo)
8. Raphael Lukas Ferreira Ribeiro (jornalista)
9. Ubirajara Bentes de Souza Filho (advogado)
10. Wilverson Rodrigo Silva de Melo (historiador)

Sendo os seguintes sócios correspondentes:

1. Maria Franssinete de Souza Florenzano (jornalista e advogada, mora em Belém)
2. Hiram Reis e Silva (coronel da reserva, canoísta e pesquisador de história, mora em no Rio Grande do Sul).

Texto: Júlio César Guimarães (Ascom/PMS).



Alciane Ayres Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação