Notícias

Atualizado em 14/03/2018 às 13h32

Inicia a terceira etapa de monitoramento de balneabilidade nas principais praias de Santarém


A empresa Conágua Ambiental, contratada pela Prefeitura de Santarém, iniciou, nesta quarta-feira (14), a terceira etapa de monitoramento da água, sobre as condições para banho nas praias de Santarém, a fim de elaborar um novo boletim com os resultados, que serão divulgados em meados de abril. O processo todo é coordenado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma). O trabalho será feito por toda esta semana.


Nesta quarta, a primeira praia a ser monitorada foi a do Maracanã. Foram analisados o PH da água, índices bacterianos, presença de materiais flutuantes, presença de óleo e outros resíduos. O trabalho integra o Programa Municipal de Monitoramento da Qualidade das Águas para fins de balneabilidade, conforme recomenda a Resolução Conama 274/2000, que trata sobre os padrões de balneabilidade. "Uma água própria para banho tem que ter determinadas características padrões exigidas na legislação. O PH não pode causar irritabilidade na pele, uma quantidade de bactérias permissíveis que não venham a causar danos à saúde", explicou a bióloga da Conágua Ambiental, Wilma Coelho.

Os estudos são feitos em 11 pontos de coleta das principais praias de Santarém, distribuídos nos seguintes locais: Maracanã, Pajuçara, Ponta de Pedras, Muretá e Balneário de Alter do Chão (praia do Centro de Atendimento ao Turista/C.A.T, canal principal do Rio Tapajós, Praia do Cajueiro, Orla de Alter do Chão/escadaria, Orla de Alter do Chão/parte final, Praia do Amor e Igarapé do Macaco).

Nesta quinta-feira (15), a Prefeitura apresenta o boletim, e fará a demonstração de como o estudo é realizado sobre as condições para banho dessas praias, referentes às coletas feitas em setembro e dezembro do ano passado, sob o atual contrato n° 016/2017.

João Machado Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação