Notícias

Atualizado em 04/03/2018 às 12h32

Projeto Pôr do Sol e Seresta Cultural marcam o segundo dia da programação de 260 anos de Alter


Ao som da música "Cheiro do Çairé", da cantora Ligia Mônica, a Filarmônica Municipal Professor José Agostinho abriu o Projeto Pôr do Sol, transformando a Praça Borari em um grande palco cultural em homenagem aos 260 anos da vila balneária de Alter do Chão, em Santarém.

A apresentação da Filarmônica teve a participação do Grupo Folclórico Bailado de Carimbó que levou o público participante a momentos contagiantes de muita emoção e alegria, com belíssimas coreografias durante o fenômeno do Pôr do Sol na Praça em frente ao Centro de Atendimento ao Tutista (CAT).

O Projeto Pôr do Sol, da Secretaria Municipal de Turismo (Semtur), da Prefeitura de Santarém, superou as expectativas, pois foi visível a satisfação do público que presenciou o espetáculo. "Estamos muito contentes com as atrações que trouxemos para marcar este segundo dia da programação dos 260 anos da vila de Alter, percebemos isso, com as manifestações de aplausos dos comunitários, visitantes e turistas. O evento superou nossas expectativas", afirmou o secretário de Turismo, Diego Pinho.

A visitante  Juliane Sampaio Ferreira, de Santarém, afirmou que a junção das belezas naturais com as atrações do Pôr do Sol deram um toque especial à programação de aniversário da vila. "É lindo, Alter do Chão é linda, maravilhosa a praia, o sol, ainda mais com essa música da Filarmônica no fundo, perfeito".

Outro visitante, o advogado Paulo Vitor, destacou que são importantes eventos como esse e que o Pôr do Sol tem que ser levado a outras comunidades visando o fortalecimento do turismo. "Quero ressaltar a suma importância desse projeto Pôr do Sol e que não fique só em Alter do Chão, seja itinerante, que leve essa apresentação para toda a comunidade paraense, porque é importante divulgar e exportar a nossa cultura paraense, que é uma das culturas mais ricas do Brasil. Com isso podemos fortalecer ainda mais o nosso turismo", enfatizou.

Adriana Queiroz da Silva, que é de Manaus, e atualmente morando em Alenquer, em suas palavras, demonstrou a grande felicidade em estar presente na programação do Pôr do Sol. "É uma programação ótima, para quem está visitando Alter do Chão, que é um importante cartão postal do Pará, porque você vem e se depara com uma apresentação como essa, uma Filarmônica muito bonita, então, é um privilégio, uma satisfação muito grande participar deste evento, ainda mais curtindo e dançando o Carimbó", ressaltou.

Para o presidente do Conselho Comunitário de Alter do Chão, Carlos Santos, o apoio do Governo Municipal está sendo determinante para o engrandecimento da programação dos 260 anos da vila. "Estamos muito felizes pelo envolvimento das Secretarias de Turismo e Cultura da Prefeitura de Santarém, isso vem só a engrandecer a nossa festa de aniversário. Nós começamos a programação no dia 2 de março, com apoio do Governo Municipal, e com esse apoio temos uma programação bem diversificada".

Após o Pôr do Sol, aconteceu a Programação da Seresta Cultural, coordenado pela Secretaria Municipal de Cultura (Semc). O evento atraiu um grande público para a Praça 7 de Setembro, que teve como atração principal o grupo musical Regional Mocorongo. O evento agradou a todos e a turista Gabriela, da cidade de Alenquer, parabenizou os organizadores da Seresta. "Vim a Alter motivada pelas comemorações do aniversário da Vila. A programação da Seresta está muito boa, com um repertório de músicas de qualidade e com bastante gente, todos estão de parabéns pelo evento".

A programação dos 260 anos da vila de Alter do Chão seguirá até o dia 6 de março que culminará com a entrega da Identificação Turística da Vila "Letreiro as Cores do Amor " e a cerimônia do corte do bolo na Praça 7 setembro.

Tadeu Pinho Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação