Notícias

Atualizado em 22/02/2018 às 12h02

Edição do Selo Unicef Amazônia traz mudanças no 1º Ciclo de Capacitação


Durante os dias 20 e 21 de fevereiro, Santarém sediou o 1º Ciclo de Capacitação da 3ª edição do Selo Unicef Amazônia, cujo objetivo foi capacitar articuladores do projeto e presidentes dos Conselhos Municipais de Direitos das Crianças e dos Adolescentes (Comdca) de 25 municípios. A nova metodologia que teve várias alterações comparadas com a 2ª edição, realizada entre 2013 e 2016, o articulador de cada município tem a responsabilidade de ser a 'ponte' entre os realizadores, e o presidente do Comdca que deve acompanhar todas as ações dentro das vertentes da gestão municipal que o projeto trabalha: saúde, educação e assistência social.

 

Dariane Sousa, representante do Selo Unicef, esclareceu as mudanças dessa 3ª edição que são sobre o novo formato da avaliação. "Eram vários eixos, agora são dois eixos de impacto que permanecem. Nós temos a implantação do resultado sistêmicos que trazem umas ações de validação. A gente buscou cada vez mais aproximar da realidade das políticas que o município já executa, fazer com que eles executem as exigências para que a política seja implementada de uma forma mais qualificada. O selo trás essa novidade de aperfeiçoar, melhorar cada vez mais aquilo que o município já faz nas ações no que se refere a todos os direitos de todas as áreas".

 

O primeiro dia de capacitação tratou sobre a metodologia geral, que deverá ser aplicada nos quatros anos de vigor do projeto, o segundo dia foi de esclarecimentos de como deverá ser a realização do Fórum Comunitário que cada município concorrente ao selo deve realizar até junho deste ano.


'É com muita satisfação que recebemos e sediamos esse 1º Ciclo de Capacitação do Selo Unicef, com a presença dos articuladores e representantes dos Conselhos Municipais da Criança e do Adolescente, é um ocasião ímpar de conhecimentos, esclarecimentos sobre as ações que deveremos realizar. Santarém ganhou a certificação em duas edições em governos diferentes estamos concorrendo com essa a terceira edição que vislumbra melhorar nossas políticas públicas para um público tão importante que são nossas crianças e adolescentes", declarou Celsa Brito, secretária municipal de Trabalho e Assistência Social de Santarém.


Todos os participantes foram unânimes em destacar a importância de estar concorrendo ao Selo, de estar na primeira capacitação, mesmo que tenham que se deslocar de cidades mais distantes, pois os benefícios maiores são para o público infanto-juvenil.


A primeira oficina foi realizada em janeiro, em Belém e uma terceira será promovida em Marabá. O Selo Unicef é realizado em parceria com o Governo do Estado e o Instituto Peabiru, e apoio da Prefeitura de Santarém.


Sobre

O Selo internacional concedido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) Município Aprovado é a contribuição para o cumprimento da Agenda Criança Amazônia ele busca reconhecer os municípios que conseguiram melhorar a qualidade de vida para crianças e adolescentes durante os quatro anos que o projeto vigora nesta 3ª edição será o triênio 2017-2020. A capacitação é a primeira fase do projeto.

Entre os meses de junho e agosto passado, o Unicef, em articulação com os Governos e organizações ligadas às prefeituras, mobilizou os nove Estados da Amazônia Legal, tendo conseguido a adesão de 622 municípios, de um total de 805 convidados. Os municípios que se inscreveram assumiram o compromisso de elaborar um Plano Municipal de Ação para enfrentar os principais problemas que afetam meninos e meninas, nas áreas de saúde, educação, proteção e participação social de crianças e adolescentes.


No final da edição, os inscritos serão avaliados por meio de indicadores quantitativos e qualitativos relacionados com o impacto social que o programa teve no município e com as ações estratégicas e políticas públicas desenvolvidas.

A próxima capacitação deverá acontecer em Santarém no início do segundo semestre.

Geisa de Oliveira Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação