Notícias

Atualizado em 21/02/2018 às 16h49

Prefeitura reúne em Brasília sobre situação do campo do Assibama


O prefeito de Santarém, Nélio Aguiar, juntamente com o vice-prefeito, José Maria Tapajós, vereador Henderson Pinto representando a Câmara de Santarém, vereador Beto Farinha representando Mojuí dos Campos e a representante do movimento em favor da manutenção do campo na área do Assibama, Ianne Monteiro, reuniram na manhã desta quarta-feira (21) com o Serviço Florestal Brasileiro, em Brasília.

O encontro foi para discutir sobre a construção de um Centro do Serviço Florestal Brasileiro que será referência no país. Essa construção deve acontecer na área do campo do Assibama, em Santarém. Além do centro de Santarém, apenas a Bahia terá investimento nessa dimensão.

"É um projeto do governo federal em parceria com o banco alemão, são cerca de 8 milhões de reais, e o prazo para se construir a primeira etapa é até dezembro deste ano. Eles pediram toda a sensibilidade da prefeitura e dos moradores para que não perdessem esse projeto com grande significado pra Santarém como para o país. Mas eles também foram sensíveis com nosso apelo em relação ao campo, e parte da area vai ser autorizada de forma precária pelo menos para os próximos dois anos, para que a gente continue utilizando o local para lazer e práticas de esportes", explicou o prefeito de Santarém, Nélio Aguiar.

O espaço do campo vai ser liberado a partir de agora para ser usado de forma horizontal, ou seja, os fundos da área que fazem limite com a Rua 24 de Outubro.

"Enquanto isso, nós iremos continuar buscando uma solução definitiva ou receber essa área dos fundos de forma definitiva, ou conseguir outra area junto a CDP (Companhia Docas do Pará), para a gente fazer um complexo esportivo nessa area ou até mesmo conseguirmos na atual sede do Ibama", finalizou o prefeito Nélio Aguiar.

Keliane Tomé Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação