Notícias

Atualizado em 25/06/2020 às 19h22

Equipamentos da Assistência Social desenvolvem atividades de São João para acolhidos e usuários de forma remota

A Festa de São João nessa quarta-feira (24) só não foi melhor devido não ter contado com a valiosa participação dos usuários dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) de Santarém, mas os acolhidos na Casa de Acolhimento Reviver (CAR) e também as pessoas em situação de rua acolhidas de forma temporária participaram da programação realizada para marcar a data do tradicional arraial.

A criatividade das equipes dos centros foi um caso a parte, elas aproveitaram o tema de São João e adaptaram trazendo a mensagem dos cuidados diante da pandemia da Covid-19. Todos à caráter dançaram e levaram a diversão de forma remota para os usuários dos equipamentos da assistência social.

Eles destacaram a importância do uso da máscara, do distanciamento social e a higienização das mãos. Quem teve a oportunidade de assistir as quadrilhas se sentiu contagiado e pode matar a vontade de comemorar São João.

A tradicional culinária junina também esteve presente na programação. “A festa só não foi completa devido a falta dos nossos usuários dos CRAS, mas a mensagem foi levada a eles, a alegria das equipes, a decoração dos espaço, tudo ficou perfeito. Vivenciamos a situação de pandemia, mas jamais podemos deixar de viver esses momentos especiais como é o São João. Todos estão de parabéns pela criatividade e por não deixar passar em branco uma das comemorações mais alegres e saborosa dos nossos equipamentos". observou Celsa Brito, secretária municipal de Trabalho e Assistência Social.

Na cultura popular brasileira, as festas juninas têm lugar especial, pois, além de valorizar as tradições locais do país, também revelam muitos elementos históricos, religiosos e mitológicos curiosos, que passam despercebidos.

O culto a Adônis, cujo dia específico era 24 de junho, tinha por objetivo a celebração dessa renovação, da “boa-nova” do renascer da natureza. Essa ideia foi assimilada pelo cristianismo, que substituiu Adônis por São João Batista.

São João Batista, na tradição cristã, anunciou a “boa-nova” (boa notícia) da vinda do Cristo, filho de Deus, salvador da humanidade, que “renovaria todas as coisas”. Foi ele também que batizou Cristo no rio Jordão. Da história de São João, a cultura popular europeia retirou vários símbolos, que passaram a se mesclar com os tradicionais ritos de colheita remanescentes do culto a Adônis. Um dos símbolos mais importantes é a fogueira.

Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais:
Facebook: https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

Geisa de Oliveira Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação