Notas

25/01/2019 às 17:25

Prefeitura esclarece sobre denúncias de suspensão do Aluguel Social

A-A+ Tamanho da Letra

A Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras), através do Aluguel Social, vem esclarecer sobre algumas denúncias que estão sendo divulgadas em veículos onlines e protagonizadas por alguns beneficiários, referentes a falta de pagamento, ou suspensão de repasses do Aluguel Social.

Sobre a denúncia da senhora Maria Caldeira de que sua mãe não recebe o benefício há 6 meses, a Semtras não conseguiu identificar o nome da beneficiária, pois não há registros no nome dela. A beneficiária deve procurar o setor do Aluguel Social, localizado no prédio da Semtras, na Avenida Sérgio Henn, bairro Aeroporto Velho.

Em relação ao caso da senhora Jociane Sousa Cantão, que também alega não receber o benefício há 6 meses, a Secretaria informa que o benefício foi suspenso devido haver divergências de informações no cadastro. No entanto, a usuária em questão já procurou a coordenação do Aluguel Social para atualizar as informações e reivindicar o retorno do benefício.

E sobre o senhor Edimilson Pereira, o nome não consta na relação de beneficiários do Aluguel Social.

Desde o início de janeiro, a Semtras está convocando os beneficiários para procurarem o setor do Aluguel Social para fazer a atualização cadastral a fim de renovar o contrato de aluguel anual. Duzentas e vinte e cinco pessoas das áreas da Nova República, Mapiri e Uruará, cadastrados pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) ou pela Semtras estão sendo convocadas.

A Secretaria reitera que os beneficiários devem comparecer na Sala do Aluguel Social, de 8h às 14h, no prédio da Semtras, localizado na Avenida Sérgio Henn até o dia 31 deste mês.

Para assinar o contrato de locação da Prefeitura com o beneficiário referente a 2019, os beneficiários devem apresentar os seguintes documentos pessoais: RG, CPF, cartão do PAC, Contrato de aluguel da residência, número do NIS, número do telefone para contato, endereço atualizado, número da conta bancária no nome do beneficiário.

Quem não realizar a atualização cadastral até o dia 31 deste mês poderá ter o repasse suspenso.

A Secretária Celsa Brito reforça que o setor de Aluguel Social está sempre à disposição para esclarecer qualquer situação de cancelamento.

A coordenadora do Aluguel Social, Tainah Brandão Pedroso, endossa que alguns benefícios estão sendo cancelados e consequentemente os repasses bloqueados ao serem identificados com divergências de informações, mudança de endereço, denúncias e outras irregularidades, reiterando assim a importância da atualização cadastral. Os beneficiários devem procurar o setor para tirar qualquer dúvida a respeito.

Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação